Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2017

O amor de Deus lança fora o medo!

Por que temos medo? Por que ele nos afronta arrebatando nossas forças, tornando-nos muitas vezes covardes? A resposta é: em razão do pecado! O medo entrou no coração e na alma do homem em consequência do pecado. Antes de transgredir o mandamento de Deus, Adão apressava-se para entrar em SUA presença, assim como um filho corre para seu pai, porém no dia em que desobedeceu SUA ordem, Adão se escondeu da presença de Deus, pois sentiu medo. Charles Haddon Spurgeon citou: “É o pecado, a consciência do pecado, que “nos faz a todos covardes. O medo que causa a escravidão não teria nunca vindo ao nosso espírito se não tivéssemos, antes de tudo, transgredido a Sua Lei. Portanto, o pecado é a mãe do medo que nos atormenta.” Esse pecado nos torna fracos, rouba nossas forças e nosso ânimo. Ele impede que saiamos do lugar e cheguemos onde DEUS quer nos colocar. Mas o Senhor, em SUA infinita misericórdia, nos encoraja dizendo: “Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou o teu Deus; e…

O que você pode fazer para tornar melhor o dia de alguém hoje?

As pessoas estão tão preocupadas com sua vida, com seus próprios problemas, afazeres, onde devem ir, que constantemente ficam alheias ao que se passa a sua volta. As vezes é tão simples tornar o dia de alguém melhor, mas você não percebe isso, pois sua própria dificuldade lhe rouba toda a atenção . Um simples bom dia, um sorriso amigável, uma palavra afetuosa, um gesto de carinho, um “eu te amo”, pode ser a melhor parte do dia de alguém! Coisas simples são as mais preciosas, tais como: estar com a família, ser gentil com as pessoas, estender a mão a quem precisa, dividir o que tem, amar sem condicionar esse amor. Deus ensina que o amor é primordial, e a base para todas as outras coisas, pois que ama perdoa, respeita, cuida, protege e acima de tudo faz bem ao próximo. Paulo em sua carta aos Romanos diz: “Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal, preferindo-vos em honra uns aos outros.” (Romanos 12:10) Quem tem amor, não olha apenas para si mesmo, mas também para aqueles que es…

Obediência leva ao êxito!

Você já teve a sensação de que está fazendo tudo o que está ao seu alcance e ainda assim está fracassando? Aplicou muito esforço no trabalho sempre desempenhando-o da melhor maneira, mas as coisas não saíram da maneira que esperava. Dedicou-se ao seu casamento, mas as circunstâncias lhe fazem sentir que falhou em algum ponto. Desejou algo e empenhou-se para conquistar, porém o alvo ainda parece distante. Essas situações realmente entristecem e fazem você sentir que está fracassando... Os discípulos de JESUS em uma ocasião específica, também sentiram-se dessa maneira. A pesca lhes forneciam não somente suprimento financeiro, mas também seu sustento. Eles haviam trabalhado a noite inteira, porém ao amanhecer, não haviam pescado nada. Encontravam-se então, lavando suas redes, para voltarem aos seus lares. Logo, JESUS se aproxima, sobe no barco de Pedro pede que ele o afaste um pouco da margem e começa a ensinar o povo. Após alimentá-los com seus ensinamentos, JESUS olha para Pedro e diz: “...Fa…

Então conhecerei, como sou conhecido!

A mente humana sente dificuldade com alguns assuntos da vida. Coisas que não se solucionam facilmente, dor que persiste, sofrimento que não se acaba. A limitação da capacidade humana deixa enfermo quem não a assimilar, bem como o fato de que a compreensão sobre muitas questões não será possível na existência terrena. A mente humana em sua maioria, não entende os desígnios de Deus e busca motivos para culpa-lo pelas escolhas que os homens fazem. Existem porém, aquelas situações inexplicáveis, nas quais o desejo de entender o motivo é imenso, porém DEUS nunca teve obrigação de dar satisfação sobre a didática de Seus ensinamentos. Agora você vê em parte, mas um dia verá e entenderá tudo.    Exemplificarei de acordo com as palavras citadas no final do filme “Você acredita?”:
“Não sei se algum de nós consegue ver o quadro inteiro, do ponto de vista de Deus digamos assim. É como se fossemos crianças sentadas no chão olhando a parte de trás de um tapete que está sendo tecido. Aos nossos olhos, à…