terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Opiniões mudam, os propósitos de Deus não!

Você certamente já ouviu falar sobre opiniões a respeito de sua vida.
Em geral as opiniões podem mudar, dependendo da situação, e se você não tomar cuidado elas podem lhe influenciar de forma negativa.
Até que ponto a opinião das pessoas tem afetado sua vida e abalado seu estado emocional?
Você consegue filtrar o que é construtivo do que é destrutivo?
Estive lendo um devocional da PPH, cujo texto relatava a respeito disso, alertando que deve-se “ter cuidado com aqueles que mudam de ideia a seu respeito quando as circunstâncias ao seu redor mudam".
Você deve cercar-se daqueles que acreditam no melhor a seu respeito e querem lhe ajudar a trazer esse melhor à tona. Esteja ao lado de pessoas que nunca deixaram de acreditar em você.”
Você pode estar permitindo que outros lhe impeçam de ser quem Deus quer que você seja!
“Quando você se sente desvalorizado, conclui que os outros sentem o mesmo ao seu respeito, então começa a se aproximar deles com medo ou de modo agressivo, ou até ressentidamente. Então o que fazer? Lembrar o seu valor aos olhos de Deus!
Não há rejeição no Seu amor, apenas aceitação total. Jesus disse: “… Eu os chamei amigos…” (João 15:15). Deus sabe seu nome, seu endereço e cada detalhe sobre você. E melhor ainda, Ele se importa!”
“Isso significa que todos vão lhe valorizar? Não, mas quando o seu valor está fundamentado no amor e na aceitação de Deus, você está livre para desfrutar a vida.”
Você deve lembrar que todas as pessoas sofrem perdas e a pressão do mundo às vezes sufoca... Casamentos são perdidos, negócios, lares, autoestima, segurança, e muitas outras coisas. Mas Jesus veio para “… buscar e salvar o que se havia perdido” (Lucas 19:10). Diferente de nós, Jesus não via as pessoas como “boas” ou “más”, mas simplesmente como “perdidas”. Ele sabia que elas haviam perdido o caminho, seus valores, seus relacionamentos, a capacidade de lidar com as circunstâncias, a sua fé, e, em alguns casos, perdido até mesmo a razão de viver.
Talvez você tenha cometido um erro, ou foi sabotado por um problema que não podia contar a ninguém. Quem sabe sua confiança foi destruída por alguém que você amava. O resultado é o medo de começar de novo; medo de não conseguir superar o seu passado e se reerguer para chegar ao seu destino. Você pode ter sido atacado em uma área específica da sua vida e ela se tornou uma área na qual você até agora não tenha se estabilizado. E pergunta a si mesmo: “Por que continuo tendo lutas nesta área?” Preste atenção: suas lutas não têm a ver com o seu passado, mas com o seu futuro! É por isso que você é um alvo.
“Você não é quem os outros dizem que você é. Por que eles deveriam lhe nomear? Determine quem você é diante de Deus. Deixe que Ele diga se você é bem-sucedido ou não. Você é mais que o seu passado, mais que a sua instrução ou o seu currículo, mais que a cor da sua pele, mais que a sua conta bancária e mais que as suas circunstâncias.”
“Levante a cabeça, endireite os ombros e assuma a identidade que Deus lhe deu.”
Deus tem pensamentos bons a seu respeito! ELE sabe o valor que você tem e SUA opinião é melhor, porque ELE lhe conhece de verdade!
Deus abençoe sua vida!

Trechos extraídos:
Fonte: www.palavraparahoje.com.br

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Acredite, você é o melhor de Deus!

O que você pensa a respeito de si mesmo?
Se fizesse uma autoanálise, como seria sua autoavaliação?
Talvez sua mente esteja tão impregnada com  opiniões de outras pessoas a seu respeito que tudo o que visualiza são apenas defeitos. Quão profundo você deixou as opiniões alheias afetarem você?
Você se sente bem com o que vê?
Agora quero fazer a mais importante pergunta: Você tem consciência de como Deus o vê?
Quero ressaltar que não é da maneira como você se vê.
Deus olha para você e vê o melhor que ELE mesmo criou.
Você é uma obra prima do Senhor. Ele lhe moldou e soprou dentro de você SEU próprio fôlego de vida.
Para ter uma ideia de quão especial você é para ELE, vou lembrar-lhe de da seguinte frase de Max Lucado, “ Deus fez uma única versão de você.” Não existe ninguém no mundo que seja exatamente igual a você! Você é o melhor de Deus, pois ELE o criou através do SEU infinito amor.
Estive lendo uma obra de T.L.Osborn intitulada: “Você é o melhor de Deus” e gostaria de compartilhar alguns trechos.
Acredite, você é imensamente especial e importante para Deus!
“Há um senso de destino na sua vida porque você é a ideia de Deus, o Seu sonho.
Mary Cowley, uma mulher de negócios em Dallas que desfruta de grande fama, declarou: “Você é alguém porque Deus nunca desperdiça o tempo, fazendo um ninguém”.
Estou convicto de que a crise principal no ser humano é a questão da identidade.
O conceito que você tem de si mesmo, do seu valor e propósito na vida é o âmago da sua personalidade.
O Senhor o ama e já pagou o preço por todas as injustiças que você cometeu. É isso que Ele quer que você saiba.
Quando descobrir a ideia que Deus tem de você, e o valor que Ele lhe atribui, seu estilo de vida será totalmente afetado. A herança divina é grande demais, e sua vida é muito importante para serem comprometidas em qualquer momento.
Aviltar-se, temer ou rastejar na inferioridade é negar o ideal de Deus para você na vida.
Ele nunca planejou o fracasso. Deus o designou para o sucesso e felicidade. Ele não está zangado com você; pelo contrário, pagou um preço infinito para redimi-lo à posição do sonho original divino.
Visto que Deus investiu tanta coisa para criar a humanidade e redimir cada ser humano para Si mesmo, isso me leva a perceber quanto valor Ele atribuiu às pessoas.
Toda pessoa merece meu maior respeito e minha mais sincera estima como alguém por quem Jesus Cristo entregou a vida por amor.
Porque todos sois filhos de Deus pela fé em Cristo Jesus; [...] Nisto não há judeu nem grego; não há servo nem livre; não há macho nem fêmea; porque todos vós sois um em Cristo Jesus. Gálatas 3.26-28
Quer suas palavras sejam positivas, quer negativas, elas são sementes, pois produzirão nos seus ouvintes o tipo de pessoa que você é.
As suas palavras são as suas sementes e geram nas pessoas o caráter de tudo aquilo que você fala.
Seja o que for que semear na mente de seus ouvintes e familiares, será o que você colherá. É impossível negar essa lei.
Você poderá olhar para aquilo que era uma impossibilidade e dizer: “Agora sei o que fazer, o que dizer, como lidar com isso e vencer”.
Antes de nascer, você existia na mente de Deus. Ele sabia que o mundo precisaria de você nesse tempo. Ele o planejou com um propósito especial que ninguém, senão você, poderia realizar.
Deus nunca planejou que alguém se tornasse um desperdício ou que não fosse capaz de realizar algo; que fosse um fracasso ou casualidade da vida. Ninguém foi destinado para a prostituição ou infidelidade, negligência ou vergonha; enfermidade ou sofrimento; destrutibilidade ou improdutividade.
Deus não destinou o ser humano para arrastar-se na vergonha ou agachar-se com medo.
Deus olha para você e vê a pessoa extraordinária que Ele criou.
Deus nunca desistiu da estima que tem por você. É possível que esteja decepcionado consigo mesmo, mas Deus lhe dá grande valor.
Você pode condenar a si mesmo ou deixar que os outros o desacreditem, mas Deus irá ergue-lo.
Descubra o alto valor que Deus lhe atribui. Pare de condenar-se, então, poderá não mais condenar os outros. Comece a crer naquilo que Deus planejou para você, então, poderá crer no plano do amor de Deus para os outros.
Ninguém tem o direito de destruir ou depreciar aquilo que Deus criou a Sua imagem, tendo em vista que pagou tanto para redimi-lo e justifica-lo.
Deus, no Seu amor, nunca abandonou o sonho divino de ter o homem e a mulher, que Ele criara à Sua imagem, perto dEle. Mas, sendo justo, não poderia fechar os olhos ao pecador (Is 59.1-3).
Sua lei nunca poderia ser moderada. A alma que pecar, essa morrerá (Ez 18.4,20). Todos pecaram, logo, todos morreriam (Rm 5.12).
No entanto, alguém perfeitamente inocente poderia tomar o lugar do culpado e morrer como substituto. Crime algum poderia ser castigado duas vezes, mas o castigo poderia ser suportado por um substituto voluntário e perfeitamente inocente. O crime, então, seria pago, e o culpado, justificado como se nunca tivesse pecado (Rm 5.1).
Jesus veio a ser para você e para mim o Caminho de volta para Deus.
A Bíblia ensina claramente que, quando ouvimos falar no plano do amor de Deus, devemos dirigir-nos a Ele com arrependimento, confessar os nossos pecados e declarar que aceitamos Seu plano de amor.
Então, Ele nos perdoa, recebe-nos, e nos outorga o Seu poder em nosso íntimo para tornar-nos de novo filhos Seus. Dessa forma, tornando-nos novas criaturas em Cristo Jesus (At. 2.38; Jo 1.12).
Quando você parar de condenar-se, poderá, então, parar de condenar os outros. Quando tiver ideia de como Deus o estima, de como Ele o criou à Sua imagem, então poderá aceitar o fato de que você, como um dos filhos de Deus, merece felicidade, paz, sucesso e realização na vida.
Ninguém nessa terra poderá, em ocasião alguma, voltar a fazer com que você se sinta inferior, indigno ou sem merecimento.
Jesus carrega as chagas eternas que comprovam o valor que Deus dá a mim e a você.
Esse é o princípio da verdade que abre a porta para sua nova vida com Deus. Ele lhe atribui alto valor. Se chegar alguma vez a duvidar disso, lembre-se das chagas de Cristo – a prova do valor que Ele lhe dá hoje, do jeito que você está, pois Ele o ama. Jesus o comprou. Você pode confiar no Seu amor.
O valor concedido por Deus a você não depende de genes especiais de pais superiores. Seu valor diante de Deus não é medido pelos seus bens, pela cor da sua pele, inteligência superior e nem sua educação formal.
Criado por Deus, você é uma parte de Deus.
É justo que estime o que Deus estima e valorize aquilo que Deus valoriza.
Quando descobrimos o sistema de valores de Deus, nunca consideramos que um ser humano é um caso sem esperança.
Deus quer que você descubra o fato essencial de que cada ser humano foi criado por Ele, para o modo de vida dEle, a fim de realizar o Seu propósito na Terra – e nisso você está incluído.
Quanto mais forte Deus puder ser em você, tanto mais Ele poderá levantar outros através de você.
Você olhará no espelho quando raiar um novo dia, e já não verá uma pessoa desanimada, rejeitada e abatida. Constatará que é a criação de Deus e dirá: “Bom dia, Deus. Vejo em mim a obra das Tuas mãos. Fui criado de modo habilidoso. Deus, pareces magnífico em mim nessa manhã. Que coisas boas e produtivas Tu e eu praticaremos hoje?”
Para ter sucesso com propósito e obter o melhor da vida, é vital que você reconheça seu valor.
O conceito mais poderoso que você pode sustentar é que Deus está em você. A sua vida é o próprio sopro de Deus.
A vida de Deus em você significa que o Seu amor Ilimitado está em você, curando, levantando e abençoando não só você, mas também os outros através de você.
Abra a sua porta, seu coração e seus ouvidos aos outros e nunca ficará solitário.
Quando atribuímos alto valor aos seres humanos conforme Deus o faz, iremos curá-los em vez de machucá-los; erguê-los em vez de menosprezá-los; estimá-los em vez de rebaixá-los, e perdoá-los em vez de julgá-los.
Quando reconhecer suas raízes em Deus e ver a si mesmo como a habitação feita para Ele e descobrir quão fácil é experimentá-Lo, realmente perceberá  seu valor.
Paulo tratou do princípio inteiro da conversão em dois passos simples: Se crer no seu coração que Deus ressuscitou Jesus dentre os mortos e confessar com a sua boca que Ele é o seu Senhor, você será salvo (Rm 10.9). Este é o princípio para receber toda a bênção de Deus.
Primeiro: creia nisso no seu coração. Está é a sua fé.
Segundo: confesse-O com a sua boca aos outros, compartilhe-O e O dê aos outros. Este é o seu ministério.
Você é tão jovem quanto seus sonhos, projetos, ideias e valores.
Não há limites de idade para a habilidade divina.
Deus é bom e você pode ser bom também, visto que Ele o criou a Sua própria imagem e semelhança; você pode ter dignidade e valor próprio.
A voz do amor de Deus o encoraja a olhar além da sua humanidade para o plano do amor divino e ver que, durante todo o tempo em que estava na vergonha, Deus continuava amando-o assim mesmo, porque Ele o criou para habitar em você. Embora você tenha pecado, o Seu amor O levou a encontrar uma maneira de salvá-lo e restaurá-lo a Ele. O preço que pagou é a prova de quanto Ele acredita que você vale.

Você é muito especial e importante para Deus!





terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Fortaleça seu espírito!

Porque o que faço não o aprovo, pois o que quero isso não faço, mas o que aborreço isso faço. E, se faço o que não quero, consinto com a lei, que é boa. De maneira que agora já não sou eu que faço isto, mas o pecado que habita em mim. Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; e com efeito o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem. Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço. (Rom 7:15-19)
Miserável homem que sou, quem me livrará do corpo dessa morte? ( Rom 7:24)
Nem sempre as ações praticadas são da maneira como deveriam e de acordo com o que a palavra de Deus ensina.
Pode ser que você já tenha se sentido decepcionado consigo mesmo, quando após ter agido por impulso, percebeu  não ter se comportado conforme a palavra de Deus lhe instruiu.
Brota dentro do coração uma sensação de fracasso, vazio e até mesmo impotência, não é mesmo?
Mas quero lhe informar que você não foi, é ou será o único a se sentir assim e também lhe encorajar a continuar lutando contra o pecado.
Outras pessoas, antes de você já experimentaram esse sentimento angustiante.
Paulo escreveu: “O bem que eu quero não faço, mas o mal que não quero esse faço”. Ele ainda vai além dizendo: “Miserável homem que sou quem me livrará do corpo dessa morte?”
Você já se sentiu esmagado pela frustração de desejar fazer o bem e perceber que fez exatamente o que não queria?
Esse sentimento piora quando se entende que nada está oculto aos olhos do Senhor... E não há criatura alguma encoberta diante dele; antes todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos daquele com quem temos de tratar. (Hebreus 4:13)
Paulo se sentiu frustrado, mas ele também descreveu uma certeza que Deus colocou em seu coração através de (Romanos 8:1): PORTANTO, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito.
Certa vez ouvi a seguinte mensagem: “É como se dois leões habitassem dentro de nós: a carne e o espírito, e eles estivessem constantemente lutando entre si. Então eu lhe pergunto: Qual deles vencerá a batalha? Aquele que você alimentar!” Autor Desconhecido.
Se você optar por fortalecer o espírito, ele vencerá, porém se alimentar a carne, ela certamente fará você lamentar e se arrepender.
Procure fortalecer-se na palavra de Deus. Ela pode lhe instruir em todas as coisas. Deus, o SEU PAI, conhece sua estrutura como mencionado em (Salmos 103: 14) Pois ele conhece a nossa estrutura, lembra-se de que somos pó.
Ele te ajuda nas suas dificuldades, pois lhe conhece melhor até que você mesmo. Sabe perfeitamente o que se passa em seu coração.
E exatamente por esse motivo, SUA palavra adverte que o coração é enganoso, e que você precisa estar firmado na palavra de Deus para ter discernimento. Seu coração ou desejos podem até ir contra o que ela ensina , mas é sua a escolha de obedecer ou não a Deus.
Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá? (Jeremias 17:9)
Não desanime se vivenciar a mesma experiência de Paulo, quando olhou para si mesmo e considerou-se miserável. Não se deixe abater, mas lute! Lute contra o pecado, contra os desejos da carne, contra a vontade do corpo e contra tudo que for contrário aos ensinamentos do Senhor.
A decisão é sua, vai lutar ou se entregar?
Tenha em mente que entre espírito e carne, vencerá aquele que você alimentar. A escolha está em suas mãos!
Deus abençoe sua vida!