segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Sendo alcançados pela misericórdia do Senhor!

Você já deve ter ouvido sobre como a forma de encarar os problemas podem mudar o resultado final. Ninguém é inatingível, o que muda é a maneira em que os problemas se apresentam e como se age diante deles.
As misericórdias do Senhor se renovam a cada manhã, mas existe um tempo em que ELE trata de forma pessoal e única com cada pessoa, de acordo com a necessidade e processo de aprendizado que cada um precisa passar.
Em alguns relatos bíblicos, percebem-se experiências pessoais e maravilhosas que algumas pessoas tiveram com o Senhor. Experiências essas, onde o orgulho foi deixado de lado, dando lugar a humildade e sinceridade, as quais, moveram a mão do Senhor. O egoísmo deu lugar à compaixão e a súplica ansiava pela cura de um servo. A percepção de fragilidade frente a onipotência de Deus permitiu a misericórdia. A persistência e perseverança trouxeram a bênção esperada. Houve também um dentre eles, em que o Senhor sentiu tão íntima compaixão que ressuscitou um filho morto, entregando-o a sua mãe.
Com qual deles você mais se identifica? Existe orgulho, mágoa ou rancor em seu coração? O que precisa ser mudado dentro de você para que alcance a misericórdia do Senhor? Em que a dificuldade enfrentada contribui para seu crescimento espiritual? Você tem perseverado o suficiente? Aprenda com o Senhor e alcance Sua misericórdia e graça!
Depois, foram para Jericó. E, saindo ele de Jericó com seus discípulos e uma grande multidão, Bartimeu, o cego, filho de Timeu, estava assentado junto do caminho, mendigando. E, ouvindo que era Jesus de Nazaré, começou a clamar, e a dizer: Jesus, filho de Davi, tem misericórdia de mim. E muitos o repreendiam, para que se calasse; mas ele clamava cada vez mais: Filho de Davi! tem misericórdia de mim. E Jesus, parando, pediu que o chamassem; e chamaram o cego, dizendo-lhe: Tem bom ânimo; levanta-te, que ele te chama. E Jesus, falando, disse-lhe: Que queres que te faça? E o cego lhe disse: Mestre, que eu tenha vista. E Jesus lhe disse: Vai, a tua fé te salvou. E logo viu, e seguiu a Jesus pelo caminho. (Marcos 10: 46-49, 51-52)
E, eis que veio um leproso, e o adorou, dizendo: Senhor, se quiseres, podes tornar-me limpo. E Jesus, estendendo a mão, tocou-o, dizendo: Quero; sê limpo. E logo ficou purificado da lepra. (Mateus 8: 2-3)
E eis que uma mulher cananéia, que saíra daquelas cercanias, clamou, dizendo: Senhor, Filho de Davi, tem misericórdia de mim, que minha filha está miseravelmente endemoniada. Então chegou ela, e adorou-o, dizendo: Senhor, socorre-me! Ele, porém, respondendo, disse: Não é bom pegar no pão dos filhos e deitá-lo aos cachorrinhos. E ela disse: Sim, Senhor, mas também os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus senhores. Então respondeu Jesus, e disse-lhe: Ó mulher, grande é a tua fé! Seja isso feito para contigo como tu desejas. E desde àquela hora a sua filha ficou sã. (Mateus 15: 22, 25-28)
E o servo de um certo centurião, a quem muito estimava, estava doente, e moribundo. E, quando ouviu falar de Jesus, enviou-lhe uns anciãos dos judeus, rogando-lhe que viesse curar o seu servo. E foi Jesus com eles; mas, quando já estava perto da casa, enviou-lhe o centurião uns amigos, dizendo-lhe: Senhor, não te incomodes, porque não sou digno de que entres debaixo do meu telhado. E por isso nem ainda me julguei digno de ir ter contigo; dize, porém, uma palavra, e o meu criado sarará. Porque também eu sou homem sujeito à autoridade, e tenho soldados sob o meu poder, e digo a este: Vai, e ele vai; e a outro: Vem, e ele vem; e ao meu servo: Faze isto, e ele o faz. E, ouvindo isto Jesus, maravilhou-se dele, e voltando-se, disse à multidão que o seguia: Digo-vos que nem ainda em Israel tenho achado tanta fé. E, voltando para casa os que foram enviados, acharam são o servo enfermo. (Lucas 7: 2-3, 6-10)
E, quando chegou perto da porta da cidade, eis que levavam um defunto, filho único de sua mãe, que era viúva; e com ela ia uma grande multidão da cidade. E, vendo-a, o Senhor moveu-se de íntima compaixão por ela, e disse-lhe: Não chores. E, chegando-se, tocou o esquife (e os que o levavam pararam), e disse: Jovem, a ti te digo: Levanta-te. E o defunto assentou-se, e começou a falar. E entregou-o a sua mãe. (Lucas 7:12-15)
Um homem que estava à beira do tanque de Betesda, havia trinta e oito anos, e se achava enfermo. E Jesus, vendo este deitado, e sabendo que estava neste estado havia muito tempo, disse-lhe: Queres ficar são? O enfermo respondeu-lhe: Senhor, não tenho homem algum que, quando a água é agitada, me ponha no tanque; mas, enquanto eu vou, desce outro antes de mim. Jesus disse-lhe: Levanta-te, toma o teu leito, e anda. Logo aquele homem ficou são; e tomou o seu leito, e andava... (João 5:5-9)
Tenha a perspectiva correta. Tente ver Deus operando no que está acontecendo com você hoje!
Deus abençoe sua vida!