sexta-feira, 17 de março de 2017

Marcas da verdadeira conversão!

Mateus 18:3 – “E disse: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos fizerdes como meninos, de modo algum entrareis no reino dos céus”.

Quando alguém  é convidado a viver debaixo da maravilhosa graça de CRISTO, o Espírito Santo vai aprimorando sua obra no coração dessa pessoa até o dia da redenção.
ELE introduz um desejo de mudança, e a cada percepção do pecado ou falha, esse desejo cresce na alma daquele que deseja servir a DEUS.
Quando há um vislumbre do Deus SANTO que chama o pecador, o homem percebe que está imundo e precisa ser limpo.
Sentimentos são substituídos, pensamentos alterados e desejos mudados.
Quando se depara com a BELEZA da SANTIDADE de DEUS, o homem  entende que precisa ser moldado em seu caráter para ser semelhante a CRISTO.
Sobre essas considerações e a respeito de alguns atributos que uma verdadeira conversão provoca no homem, seguem trechos do sermão de George Whitefield - Marcas de uma verdadeira conversão. Confio a Deus o trabalhar em cada coração e a expansão do entendimento daquele que discorrer sobre essas palavras.

Marcas de uma verdadeira conversão – George Whitefield

A todos os homens é ordenado morrer uma só vez (Hebreus 9:27) e vós todos devem realmente acreditar que após a morte vem o juízo, e que as consequências deste julgamento serão: que deveis ser condenados a habitar na escuridão e trevas, ou ascender e habitar com o Deus bendito, eternamente.
Nosso Senhor diz que “pelos seus frutos os conhecereis” (Mateus 7:16), eu receio que aqueles milhares e dezenas de milhares, que esperam ir para este bendito lugar após a morte, não estão agora em um caminho para ele [o céu], enquanto vivem.
Embora nós chamemos a nós mesmos de Cristãos, e poderíamos considerar uma afronta, se alguém duvidasse se somos Cristãos ou não; ainda há muitos, que carregam o nome de Cristo, e não agem de acordo com o que pede o verdadeiro Cristianismo.
Há muitos caminhando em um rol de deveres, em um modelo de performances, que pensam estar indo para o céu; mas se você os examinar, embora tenham um Cristo em suas cabeças, não têm a Cristo em seus corações.
O Senhor Jesus Cristo sabia disto muito bem; sabia quão desesperadamente corrupto e ímpio eram os corações dos homens; sabia muito bem quantos poderiam ir para o inferno mesmo diante dos portões do céu, e quantos poderiam subir às portas, chegar tão perto como a bater nela, e ser rejeitado com um “em verdade eu não vos conheço” (Mateus 25:12). O Senhor, portanto, claramente nos relata que grande mudança deve ocorrer em nós, e o que deve ser feito por nós, antes de termos quaisquer esperanças de entrar no reino do céu. Por isso, Ele diz a Nicodemos “aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus”(João 3:5).
Se vocês observarem o 1º versículo desse texto, foi dirigido também aos discípulos; pois é-nos dito: “Naquela mesma hora chegaram os discípulos ao pé de Jesus”( Mateus 18:1). E, eu penso isto é claro a partir de muitas porções da Escritura, que estes discípulos, para quem nosso Senhor dirigiu-se  neste momento, eram, de certa forma, anteriormente convertidos. Nosso Senhor quer dizer que, embora eles já houvessem provado a Graça de Deus, ainda havia tanto do velho homem, tanto pecado interior, e corrupção, permanecendo em seus corações, que a menos que fossem mais convertidos do que eram, ou seja, sem uma grande mudança em suas almas, além de santificação contínua, eles dariam apenas mui pequena evidência de pertencer ao Seu reino.  O Reino de Deus não devia ser estabelecido em grandeza exterior, como eles supunham, mas era para ser um reino espiritual, começado ali, mas completado no reino de Deus vindouro.
Antes que eu ou vocês possamos ter qualquer bem fundamentada esperança bíblica, de ser feliz em um estado futuro, deve haver alguma grande, notável, e maravilhosa mudança em nossas almas.
Nossas almas consideradas em um sentido físico ainda são as mesmas, não existe mudança filosófica forjada nelas. Mas existe mudança no nosso temperamento, hábito e conduta. Nós devemos ser tão transformados e modificados, que aqueles que nos conheceram noutro tempo, quando em estado de pecado, e antes que conhecêssemos a Cristo, agora devem visualizar uma tal mudança, que possam ficar tão admirados disto, como uma pessoa diante da alteração ocorrida em alguém que não vê a anos, desde a sua infância.
Jeremias falando sobre o coração de todos, diz: “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso”(Jeremias 17:9). Os servos de Deus de forma unânime declaram, (e Paulo cita isto a partir de um deles), que “todos se desviaram, tornaram-se juntamente inúteis; não há ninguém que faça o bem, não há nem um sequer”(Salmos 14:3).
Quando o nosso Senhor diz: “se não vos converterdes e não vos fizerdes como meninos,”(Mateus 18:3) devemos entender que o Senhor indica a inocência das crianças que os adultos geralmente não possuem.
Nosso Senhor quer dizer que quanto à ambição e luxúria após o mundo, nós devemos, neste sentido, nos tornar como criancinhas.
Pergunte a uma pequena criança, que apenas possa falar, sobre coroa, cetro, ou reino, ela não tem noção disto: dê a um menininho ou menininha uma pequena coisa para brincar e ele deixa o mundo para outras pessoas. Neste sentido, nós devemos ser convertidos, e nos tornar como meninos, viver no mundo, mas não ser do mundo.
Não me entenda mal, não estou persuadindo-os a fechar suas vendas, ou deixar seus negócios; não os estou persuadindo, que deveis vos tornar eremitas, e retirar-vos do mundo. Não podeis deixar seus ímpios corações para trás de vós, quando deixais o mundo; pois eu o encontro, quando estou sozinho, meu ímpio coração me seguiu, indo comigo, onde eu vou.
Embora estejamos envolvidos no mundo, e sermos obrigados a trabalhar, seguir comércios e negócios, e ser úteis à sociedade, se realmente somos cristãos, devemos estar no mundo, mas não pertencer ao mundo.  Não pretendo com isso dizer que todos os Cristãos verdadeiros atingiram o mesmo nível de mentalidade espiritual.
Quando nosso Senhor diz que devemos nos converter e nos fazer como meninos, eu suponho que Ele intencione também, que sejamos sensíveis às nossas fraquezas, comparativamente falando, como uma pequena criança que deve ir à escola e aprender alguma nova lição todos os dias; alguém que não aprendeu a abominável arte chamada dissimulação.
Nós devemos sentir nossas misérias e como uma criancinha ceder nossa mão para ser guiada por um PAI protetor. Assim aqueles que são verdadeiramente convertidos, e cristãos verdadeiros, entregarão o seu coração, seu entendimento, suas vontades, afeições, para serem guiados pela palavra, providência, e pelo Espírito de Deus. Por isso é que, o Apóstolo, falando sobre os filhos de Deus, diz: “Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus esses são (e esteja certo de que ele quer dizer que somente esses são) filhos de Deus”(Romanos 8:14). E como pequenas crianças pensam de si mesmas que precisam de instruções, assim aqueles que são convertidos, consideram o mesmo, desejando aprender com o SANTO ESPÌRITO DE DEUS.
Quanto mais obtendes da graça de Deus, e quanto mais sois participantes da vida divina, mais vereis a vossa própria mediocridade e vileza, e serão menores aos seus próprios olhos.
E como uma criancinha é vista como uma criatura inocente, e comumente fala a verdade; assim se somos convertidos, e nos tornamos como meninos, nós devemos ser sinceros e inocentes.
Quando digo que um Cristão deve ser inocente, não quero dizer, que ele deva expor a si mesmo, e descansar desprotegido ao ataque de todos, ao contrário, deveríamos orar pela sabedoria da serpente; embora geralmente aprendamos esta prudência por nossos erros e imprudências.
Alguns cristãos são frequentemente iludidos; pois julgam as outras pessoas por si mesmos, tendo um coração honesto, pensa que todos são tão honestos quanto ele sendo, portanto, uma vítima para qualquer um.
Peça a Deus em oração: “Senhor, sonda-me e conhece-me, examine meu coração, e deixe a minha consciência falar: Oh, deixe-me saber se eu sou convertido ou não!”
Se Deus agora me levasse embora, de acordo com o habitual temperamento de minha alma, eu poderia dizer Senhor, estou pronto?
Vós sois sensíveis à vossa iniquidade? Sentis que sois pobres, miseráveis, cegos e nus, por natureza? Concedereis os seus corações, suas afeições, suas vontades, seus entendimentos, para serem guiados pelo Espírito de Deus, como uma pequena criança concede a sua mão para ser guiada pelos seus pais? Vós sois pequenos aos seus próprios olhos? Vós pensais miseravelmente de si mesmos? Querem aprender algo novo a cada dia?
Se o Senhor Jesus Cristo te esvaziou, e se Ele está concedendo a ti que veja e saiba que sem ELE você não pode fazer nada; ainda que não esteja crescendo para cima, você está crescendo para baixo, criando raízes; e embora não tenhas tanto gozo, teu coração está sendo esvaziado para ser progressivamente mais abundantemente preenchido. Então, dê graças a Deus, e tenha consolo nisto.
Se Deus é seu pai, obedeça-O: se Deus é o seu pai, sirva-O; ame-O de todo o seu coração, ame-O com todo o seu entendimento, com toda a sua alma, e com toda a sua força.
Se Deus é seu pai, fuja de tudo o que possa desagrada-Lo; e ande dignamente diante deste Deus, que o chamou para Seu reino e glória. Se vós sois convertidos e feitos como pequenas crianças, então comportem-se como filhinhos.
Vós sois bebês recém-nascidos? Então, desejem o verdadeiro leite da palavra, para que vós possais crescer por meio dela.
Cresçam na graça, e no conhecimento de vosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.
Aflige-vos ver uma criança que não cresce? Tanto mais deve afligir o coração de Cristo vê-los crescer tão pouco! Serão para sempre crianças? Estarão sempre aprendendo os princípios do Cristianismo, e nunca avançarão em direção ao alvo, pelo preço da alta chamada de Deus em Cristo Jesus? Deus não permita.
Que a linguagem de seu coração seja: “Senhor, ajude-me a crescer, ajude-me a aprender mais, ensina-me a viver de modo que meu progresso possa ser conhecido por todos!”
Vós sois filhos de Deus? O Diabo os incomoda? O mundo os perturba? Vá contar ao seu pai sobre isto, vá diretamente e lamente-se a Deus. Talvez, você possa dizer: eu não consigo pronunciar belas palavras. Mas algum de vocês espera belas palavras de seus filhos? Se eles veem chorando, e podem falar apenas meias palavras, os seus corações não se apiedam deles? E Deus não é mais inefavelmente piedoso que vocês? Se vós conseguis fazer apenas gestos para Ele: “Assim como um pai se compadece de seus filhos, assim o Senhor se compadece daqueles que o temem”(Salmos 103:13).
Se orarem ao seu Pai, dizendo: “Aba, Pai”, Satanás me atormenta, o mundo me perturba, os filhos de minha própria mãe estão com raiva de mim; Pai celestial, peleje a minha causa! O Senhor, então, falará com você, de uma forma ou de outra.
Sois convertidos, feitos como criancinhas e entraram para a família de Deus? Então, se assegurem, que o vosso Pai celestial irá corrigi-los agora e depois: “porque, que filho há a quem o pai não corrija?  Mas, se estais sem disciplina, da qual todos são feitos participantes, sois então bastardos, e não filhos”(Hebreus 12:7-8).
Não blasfeme contra seu Pai celestial, mas culpe a si mesmo; Ele é um Deus amoroso, e um terno Pai.
Tenham cuidado para não fazer o que as crianças costumeiramente fazem; elas são muito hábeis a brigar umas com as outras. Antes, ameis uns aos outros: “e quem está em amor está em Deus, e Deus nele”(1 João 4:16).
Vós sois filhos do mesmo Pai e estais indo para o mesmo lugar; por que iríeis diferir? Oh, o mundo tem o suficiente contra nós, o Diabo tem o suficiente contra nós, sem nossa disputa um contra o outro; Oh, andem em amor.
Ore a Deus, e deixe que a linguagem do teu coração seja: “Senhor, converta-me, faça-me uma pequena criança, não permita que eu seja banido de Teu reino!”
Almas preciosas, por causa de Deus pensem no que acontecerá convosco ao morrer, se vocês morrem sem ser convertidos.
Que Deus possa nos moldar a cada dia para que possamos nos encontrar na Glória e nunca mais nos separarmos de CRISTO.

Deus abençoe sua vida!

Nenhum comentário:

Postar um comentário