segunda-feira, 11 de maio de 2015

Aproveite as oportunidades!

Tudo o que te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças" (Eclesiastes 9:10)

Você é capaz, lembre-se disso! Se foi incumbido de fazer algo, é porque lhe foi concedida uma oportunidade e junto a ela, a um depósito de confiança que será realizado. Você já parou para pensar em quantos planos guardou em seu coração e não os concretizou? Deus lhe fornece a oportunidade de lutar por eles. Não se contente apenas em falar de seus sonhos, mas corra atrás deles até que se realizem.
De igual maneira, quando estiver ao seu alcance abençoar seu próximo. Faça-o! Ofereça aos outros aquilo que tem de melhor.
Como citou C.H.Spurgeon: “Uma boa ação é mais valiosa do que mil teorias brilhantes.
Não espere grandes oportunidades para agir, e sim comece pelas pequenas coisas. Não menospreze os pequenos começos, pois eles conduzirão você até os grandes.
Você tem o hoje, não o desperdice esperando algo grandioso acontecer para começar a viver. Não esqueça que o ontem já se foi, o amanhã ainda não chegou e nem se sabe ao certo se chegará.
Portanto empenhe-se no hoje, trabalhe, sonhe, realize conforme suas forças!
Pense em quantas coisas realizará, se a cada dia cumprir sua tarefa. Entregue-se de coração ao que faz, faça-o com amor. O amor sempre faz tudo frutificar e crescer.
Que você seja capaz de produzir frutos que permaneçam. E que eles cresçam como a árvore que hoje é uma simples semente e amanhã está carregada de alimento capaz de saciar outras pessoas.
Spurgeon também aconselha que “Sirvamos a Deus agora, mas tomemos cuidado com a forma como estamos realizando o que encontramos para fazer - "façamo-lo conforme as nossas forças". Façamo-lo prontamente; não desperdicemos nossa vida pensando que no que pretendemos fazer amanhã, como se isso pudesse compensar a inatividade de hoje. E, sobretudo, qualquer coisa que fizermos para Cristo, dediquemo-nos a ela com toda a nossa alma. Não demos a Cristo um pequeno trabalho depreciável, feito de maneira natural de vez em quando; mas, quando o servirmos, façamo-lo com todo o coração, com toda a alma e com todas as forças.
Lembrando sempre que a força do cristão não está em si mesmo, pois ele é fraco. Sua força repousa no Senhor dos Exércitos. Então procuremos sua ajuda; continuemos com oração e fé, e, quando tivermos feito o que nossa mão tem para fazer, esperemos no Senhor por Sua bênção. O que fizemos assim será bem-feito, e não falhará em seus resultados.


Deus abençoe sua vida!

Nenhum comentário:

Postar um comentário