segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

As misericórdias do Senhor

Você deve ter coragem de glorificar a Deus quando ELE está em silêncio ou quando ELE não disse sim. PPH
Sufocado pelo peso da tribulação ou pressionado pela provação, você precisa lembrar que a misericórdia do Senhor é a causa de não ser consumido e que ela se renova a cada manhã, de maneira que você sempre poderá recorrer a ela quando tropeçar no meio do caminho ou quando as coisas estiverem difíceis.
Como citou C.H.Spurgeon: Eis a primeira estrela que brilha no meio da escuridão de nossos pecados: “Deus é misericordioso”.
Mesmo se tivermos esquecido tudo o que Ele fez e apenas as páginas da história registrarem as misericórdias de Deus, Ele ainda assim lembrará o que fez por nós nos dias de necessidades e dificuldades. Quanto à esperança de que Ele nos ajudará, isso é uma certeza.
Se recorrermos à misericórdia do Senhor, ELE inclinará seus ouvidos e ouvirá nossas súplicas.
Podemos orar como Daniel que quando inspirado pelo Espírito Santo escreveu:
Inclina, ó Deus meu, os teus ouvidos, e ouve; abre os teus olhos, e olha para a nossa desolação, e para a cidade que é chamada pelo teu nome, porque não lançamos as nossas súplicas perante a tua face fiados em nossas justiças, mas em tuas muitas misericórdias.  (Daniel 9:18)
O Senhor, ouve; ó Senhor, perdoa; ó Senhor, atende-nos e age sem tardar, por amor de ti mesmo, ó Deus meu, porque a tua cidade e o teu povo são chamados pelo teu nome.
Podemos nos achegar ao trono da graça certos que a misericórdia de Deus está a nosso favor e assim apresentar a ele nossas aflições.
É nos dada a oportunidade de clamar como C.H.Spurgeon em um de seus sermões: “Hoje nós temos um caso para compartilhar contigo. Contaremos nossa história e oraremos para que Tu perdoes a fraqueza das palavras com as quais serão faladas e escuta-nos, pelo amor de Jesus.
Alegra nossos corações – faz com que nos lembremos que não somos meros guerreiros, mas executores. Que possamos ir com passadas firmes à batalha, acreditando que a vontade de Deus é que sejamos vitoriosos.
Nossos inimigos nos insultam, mas nossa esperança dorme em Tua compaixão.
Esse pensamento deve deixar nossos espíritos tranquilos, de que Deus não nos desprezará.
Tenha fé e confiança amados irmãos! A misericórdia do Senhor nos alcança ainda que não sejamos dignos ou merecedores!
Deus abençoe sua vida!

Nenhum comentário:

Postar um comentário