sexta-feira, 15 de março de 2013

Amai uns aos outros...

Como você pode dimensionar o amor que sente por seu próximo?
É fácil amar quem lhe ama, não é mesmo? Mas e quando as pessoas lhe magoam?
O que você faz quando seu filho lhe decepciona, não agindo da forma como você o ensinou?
Como você se comporta quando seu esposo ou esposa lhe fere com palavras ou atitudes?
E quanto as pessoas com quem convive, como você se porta quando agem com egoísmo ou lhe insultam?
O mundo lhe ensina a revidar quando lhe atacam, responder “a altura” quando lhe insultam e agir da mesma forma que agiram com você.
Mas e quanto a Deus, você sabe o que ELE deseja que você faça?
A Bíblia ensina que: “O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece. Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade; Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor nunca falha... (1 Cor 13:4-8A).
O amor nunca falha! A lei da semeadura sempre funciona, o que você plantar, obrigatoriamente colherá. Não se pode plantar suspeitas e colher confiança, ofensas e colher elogios, desprezo e esperar ser valorizado, você não pode plantar exigências e esperar ajuda, como também se plantar ressentimentos certamente não colherá perdão.
Um trecho de um devocional da PPH fala sobre uma igreja onde as pessoas fazem a seguinte promessa uma às outras: “Nunca farei nada conscientemente para ferir você. Sempre, em qualquer circunstância, procurarei ajudá-lo e apoiá-lo. Se você estiver caído e eu puder levantá-lo, farei isso. Se precisar de algo e eu tiver isso, compartilharei com você. Se for preciso, eu darei a você. Independentemente do que possa descobrir a seu respeito, independentemente do que aconteça no futuro – seja bom ou mau – o meu compromisso com você nunca mudará. E não há nada que você possa fazer para mudar minha decisão”.
Você já pensou na profundidade dessa promessa? E em como eles terão que se esforçar muitas vezes para cumpri-la? Pessoas são falhas e muitas vezes não agirão da maneira como se espera. Como manter a promessa então?
Seguindo o trecho do devocional ele ressalta que:
A passagem de 1 Coríntios 13:7 diz que o amor: 1) “Tudo crê”. Quando a atitude de alguém com quem você se importa é questionada, o amor diz: “Esta não é a pessoa que ele é; esta não foi a intenção dele”. 2) “Tudo espera”. O amor vê as pessoas não apenas como elas são, mas como elas podem ser através da graça de Deus. E se você permitir, Deus implantará esse tipo de amor dentro do seu coração. 3) “Tudo suporta”. A palavra “suporta” é um termo militar que significa enterrar uma estaca no chão. É como dizer: “Eu mantenho a minha posição de amar você, independente da situação”.
Viva o amor de modo que todos possam senti-lo através de suas palavras e ações.  
“Pegue o amor que Deus lhe deu, e o dê a outros.”
Deus lhe abençoe!

Nenhum comentário:

Postar um comentário