segunda-feira, 18 de julho de 2011

JESUS CRISTO, ÚNICO E SUFICIENTE SALVADOR!

Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem. (1 Timóteo 2:5)

Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. (João 14:6)

Para um grande pecador eis um Grande Salvador.
Desde que reconheçamos nosso estado de culpa diante de Deus com relação ao pecado, encontramos em JESUS, alguém a quem podemos recorrer nos momentos de fraqueza e tropeços.
ELE é a Salvação de Deus oferecida aos homens.
A você que percebe suas limitações e enxerga seu estado pecaminoso, o Senhor Deus proveu um Incomparável e Único Salvador.
Quando o homem reconhece que seus méritos não são suficientes e que a enfermidade chamada pecado apropriou-se de seu coração, existe a maior de todas as esperanças: O sacrifício remidor de Jesus na cruz do calvário.
Deus oferece perdão e salvação através da pessoa Maravilhosa de JESUS CRISTO.
ELE É TOTALMENTE DESEJÁVEL!

Através do livro “A serpente de bronze levantada” de Charles H.Spurgeon, obtive valiosas considerações que de tão interessantes e úteis decidi compartilhá-las.

Faze-te uma serpente ardente, e põe-na sobre uma haste; e será que viverá todo o que, tendo sido picado, olhar para ela” (Nm 21:8).

“E Moisés fez uma serpente de metal, e pô-la sobre uma haste; e sucedia que, picando alguma serpente a alguém, quando esse olhava para a serpente de metal, vivia.” (Nm 21:9)

Quando o povo de Israel estava atravessando o deserto, devido ao seu pecado e desobediência, começou a ser picado por serpentes o que causava sua morte. Deus então ordena a Moisés que erguesse uma serpente de bronze sobre uma haste em um lugar previamente determinado, para que todo aquele que houvesse sido picado olhasse para a serpente de bronze e vivesse.
     Observem cuidadosamente que aquelas pessoas para quem a serpente foi erguida já haviam sido picadas pelas serpentes. O que envolveu o erguimento da serpente de bronze, foi o fato de as serpentes terem envenenado o povo, o que exigia a provisão de um remédio: e sucedia que, picando alguma serpente a alguém, quando esse olhava para a serpente de metal, vivia.” (Nm 21:9). As únicas pessoas que olharam e provaram do benefício dessa maravilhosa cura levantada no meio do acampamento foram as que haviam sido picadas pelas víboras.
    O remédio de Deus é para os doentes e Sua cura é para os necessitados! A Graça de Deus, através da Expiação de nosso Senhor Jesus Cristo, é para quem é real e seriamente culpado. Não pregamos uma salvação sentimental, de uma culpa inconcebível, mas perdão real e verdadeiro para ofensas reais! Não é para falsos pecadores. Você que nunca fez nada errado, você que é tão bom que está sempre certo, não é para você, mas sim para os que estão cheios de pecados e são dignos da ira eterna!
Deus determinou que a serpente de bronze seria o remédio para os que haviam sido picados.
    Eu ouso dizer que alguns de vocês lembram o caso de Gurling, um dos guardadores de répteis do Zoological Gardens. Aconteceu em outubro de 1852. Esse triste homem acabava de se despedir de um amigo que iria à Austrália e, de acordo com muitos, ele tomou uns drinks com seu amigo. Bebeu quantias consideráveis de gim e ficaria aborrecido se alguém o chamasse de bêbado, embora razão e senso comum tenham vencido.
Então voltou para seu posto embriagado. Ele havia visto alguns meses antes, uma exibição de encantamento de serpentes, o que ainda permanecia em sua pobre e bagunçada mente. Ele seguiu os passos dos egípcios e começou a brincar com as serpentes! Primeiro, tirou uma serpente de Marrocos da jaula, colocou ao redor de seu pescoço, enroscou-a e permitiu que ela rodeasse seu corpo. Felizmente, pra ele, o assistente gritou: "pelo amor de Deus! Coloque a coral em seu lugar!, porém o tolo homem respondeu: "estou inspirado.
Essa serpente mortal estava de alguma maneira, entorpecida pelo calor da noite anterior, então o homem imprudente a colocou em seu peito até ela despertar e deslizar-se até chegar à parte detrás de seu colete. Ele a pegou pelo corpo, com um pé de distância da cabeça, e com a outra mão a agarrou um pouco mais abaixo (tentando sustentá-la pela cauda) para fazê-la girar por sua cabeça. Sustentou-a por instante contra seu rosto e, como um raio, a serpente o picou entre seus olhos. O sangue começou a escorrer por sua face e pediu por socorro, mas seu companheiro fugiu horrorizado!
   Como declarou ao júri, não sabia por quanto tempo ficou ausente, pois estava perplexo. Quando a assistência chegou, Gurling estava sentado em uma cadeira e com a serpente devolvida a seu lugar. Ele disse: sou um homem morto. Puseram-no em um táxi o levaram ao hospital. Primeiramente, não consegui falar, somente apontava para sua garganta e gemia. Depois, sua visão falhou e por último sua audição. Sua pulsação foi caindo gradualmente e uma hora depois da fatalidade, ele era um cadáver. Havia apenas uma pequena marca em seu nariz, mas o veneno se espalhou por seu corpo e ele era um homem morto.
   Conto-lhe essa história, como uma parábola para que você possa aprender a nunca brincar com pecado e também para mostrar-lhe vividamente o que é ser mordido por uma serpente. Suponha que Gurling pudesse ter sido curado ao olhar um pedaço de metal, isso não seria uma ótima notícia para ele? Não houve nenhum remédio para essa pobre criatura encantada, mas há um remédio pra você! Para os homens que foram picados por essa serpente brilhante do pecado: Jesus é erguido!  Não só para você que brinca com a serpente, não só para você que a colocou em seu peito e a viu escorregar por sua carne, mas para você que está realmente picado e mortalmente ferido! Se algum homem for picado e chegue a ponto de ficar doente com o pecado e sentir o veneno mortal em seu sangue, é para ele que Jesus é apresentado hoje. Apesar de ele pensar que é um caso extremo, é para esses que a Graça Soberana de Deus é um remédio!
  O veneno da serpente aquece e inflama o sangue e então cada veia se torna um rio em ebulição, crescendo com aflição. Em algumas pessoas o veneno de víboras que chamamos de pecado inflamou suas mentes. Eles estão sem descanso, descontentes e cheios de medo e angústias. Eles escrevem sua própria condenação, têm certeza que estão perdidos, recusam todas as notícias de ajuda. Não se pode esperar que prestem uma atenção calma e sóbria à mensagem da Graça. O pecado os atemoriza tanto que se rendem como homens mortos. Eles estão em sua apreensão, como Davi diz: “Livre entre os mortos, como os feridos de morte que jazem na sepultura, dos quais Te não lembras mais” (Sl 88:5).
Foi para os homens picados por serpentes que a serpente de bronze foi erguida e é para os homens realmente envenenados pelo pecado que Jesus é pregado.
Jesus morreu por aqueles que estão completamente desesperados, por aqueles que não podem pensar retamente, por aqueles que sua mente é sacudida de cima a baixo, por esses o Filho do Homem foi erguido na cruz!
Agora sabemos que muitos pereceram como resultado do pecado. Não temos dúvidas do que o pecado pode fazer, pois a Palavra Infalível nos ensina que “o salário do pecado é a morte” (Rm 6:23), e ainda, o pecado, sendo consumado, gera a morte.” (Tg 1:15).
Mas isso é para quem sofreu a picada mortal, para sobre cujos rostos pálidos a morte começava a por seu selo, para os homens cujas veias estavam ardendo por dentro, para eles era o que Deus falou a Moisés: Faze-te uma serpente ardente, e põe-na sobre uma haste; e será que viverá todo o que, tendo sido picado, olhar para ela” (Nm 21:8).
   Não há nenhum limite para a etapa do envenenamento. Não importava quanto tempo tivesse passado o remédio ainda fazia efeito! Se uma pessoa fosse mordida instantes antes e só visse algumas gotas brotando, e só tivesse sentindo uma pequena dor, ela olhava a serpente e vivia! E se, infelizmente, tivesse esperado, por meia hora, com a voz começando a falhar e sua pulsação caindo, se ele somente conseguisse olhar para a serpente, viveria! Não se estabeleceu nenhum limite para o poder desse remédio Divino ou para a liberdade de sua aplicação para os que necessitavam. A promessa não tinha nenhuma cláusula condicional: “e sucedia que, picando alguma serpente a alguém, quando esse olhava para a serpente de metal, vivia.”.
   O remédio que Deus proveu  foi único e eficaz. Era puramente de origem divina e é claro que sua invenção e poder era inteiramente de Deus.
   Para as mordidas das serpentes no deserto não havia qualquer remédio exceto o que Deus havia mandado, e à primeira vista, era um remédio bem incomum. Uma simples olhada para uma serpente numa haste? Que improvável que funcione! Como e por que meios poderia a cura efetuar-se somente olhando para uma serpente? Isso parecia, de fato, ser brincadeira o fato de a pessoa olhar para o objeto que causou sua desgraça. Acaso o que traz morte pode trazer vida? Mas nisto estava a excelência do remédio, que era de origem divina, pois quando Deus ordena uma cura, está obrigado que haja poder nela. Ele não conceberá uma falha, nem mandará uma zombaria! Seria suficiente para nós saber que Deus ordena uma benção, pois Ele ordena, ela obterá o resultado prometido.
   Não necessitamos saber como funcionará, é suficiente para nós que a Graça poderosa de Deus está comprometida em trazer bem para nossas almas. Era uma serpente imobilizada em uma haste.
A instrução para nós, após ler o Evangelho de João, é que nosso Senhor Jesus, em infinita humilhação, se dignou vir ao mundo e aceitou ser maldição por nós. A serpente de bronze não tem veneno, em si, mas tomou a forma de uma serpente venenosa. Cristo não é nenhum pecador e nEle não há nenhum pecado. A serpente de bronze tinha a forma de uma serpente, assim como Jesus fora enviado por Deus em semelhança da carne do pecado” (Rm 8:3). Ele veio debaixo da Lei e os nossos pecado lhe foram imputados. Se você olhar para a cruz verá que o pecado está morto e pendurado como um serpente morta, em Jesus Cristo. Também ali a morte é abolida, pois aboliu a morte, e trouxe à luz a vida” (II Tm 1:10), bem como a maldição é cancelada para sempre devido ao que suportou, sendo “maldição por nós", porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro” (Gl 3:13). O pecado, a maldição e a morte são, agora, como serpentes mortas!
   Jesus imolado e o pecado, a morte e o inferno vencidos por Ele! O remédio, então, para ser olhado era sumamente instrutivo e sabemos que a instrução pretendia nos convencer.
   Lembre-se que em todo acampamento de Israel havia somente um remédio para a mordida de serpente, que era a serpente de bronze, e só havia UMA serpente de bronze, não duas. Israel não faria outra, pois se a tivessem feito, ela não teria nenhuma utilidade medicinal. Havia uma, somente uma, que fora levantada bem no meio do acampamento, assim qualquer homem picado por uma serpente poderia olhar pra ela e viver.
Há um só Salvador. Somente um! Não há outro nome debaixo do Céu pelo qual podemos obter Salvação. Toda a Graça está concentrada em Jesus, de quem lemos: “Porque foi do agrado do Pai que toda a plenitude nele habitasse” (Cl 1:19). Cristo suportou a maldição e acabou com ela. É para esse Cristo unicamente que devemos olhar se quisermos viver. Oh, pecador, olhe para Jesus na cruz, Ele que é o único remédio para qualquer ferida do veneno do pecado!
   Havia somente uma serpente que curava naquela época, e ela era brilhante e lustrosa. Era uma serpente de bronze, e bronze é um metal brilhoso. Tratava-se de um bronze recém forjado, então não estava embaçado e sempre que o sol batia nela, brilhava, resplandecia. Podia ter sido uma serpente de madeira ou qualquer outro material que Deus poderia ter mandado, mas Ele mandou que fosse de bronze, para que fosse rodeada de brilho.
Que brilho há ao redor de nosso Senhor Jesus Cristo! Se simplesmente o expusermos em Seu metal verdadeiro, ele será visto pelos olhos humanos. Se pregarmos o Evangelho somente, sem nos preocuparmos em o adornarmos com nossas filosofias, haverá brilho suficiente em Cristo para que ELE alcance os pecadores: sim, Ele captura milhares de pessoas! O Evangelho eterno resplandece a Pessoa de Cristo. Assim como a base da serpente refletia os raios de sol, Jesus reflete o amor de Deus aos pecadores, e eles, vendo isso, olham pela fé e vivem!
Que reconfortante saber que Jesus ainda salve o pior dos pecadores que, é por meio dEle, que nos achegamos a Deus, vendo que Ele vive a interceder por nós. Um ladrão moribundo contemplou o resplendor dessa serpente de bronze quando olhou Jesus ao seu lado naquela cruz e isso o salvou! De igual maneira, você e eu podemos olhar e viver, pois Jesus Cristo é o mesmo, ontem, e hoje, e eternamente” (Hb 13:8).
A todos que são realmente culpados, os que são picados pela serpente, o remédio certo para vocês é olhar para Jesus Cristo que levou seus pecados sobre Si mesmo e que morreu no lugar dos pecadores, se fez pecado por nós; para que nele fôssemos feitos justiça de Deus” (II Co 5:21). Seu único remédio está em Jesus e em nenhum outro lugar. Olhe para Ele e seja salvo!
O remédio poderia ter sido aplicado por fricção: ou repetir um tipo de oração, mas não era necessário nada disso. Era somente olhar!
Era bom que a cura fosse tão simples quanto a freqüência das serpentes naquele lugar. Picadas de serpente aconteciam de várias maneiras. Um homem poderia estar recolhendo gravetos ou simplesmente andando e ser mordido.
Creia n'Ele, você que é pecador, pois este é o significado espiritual de "olhar- e seus pecados serão perdoados! O pecado e seu poder mortal cessa de operar em seu espírito. Há vida quando olhamos para Jesus! Acaso isso não é suficientemente simples?
Mas, por favor, note o quão pessoal isso era. Um homem não podia ser curado por qualquer coisa que alguém fizesse por ele. Se fosse mordido por uma serpente e se recusasse a olhar para a serpente de bronze e tivesse ido para sua cama, nenhum médico poderia ajudá-lo. Uma mãe piedosa se ajoelharia e oraria por ele, mas isso não traria nenhum efeito. Irmãs poderiam vir e clamar; ministros seriam chamados para orar para que o homem pudesse viver, mas ele morreria apesar das orações se não olhasse para a serpente de bronze.
Não havia outra saída para sua vida, ele teria que olhar para ela! É o mesmo que acontece com a sua vida.
Não há no Céu, nem debaixo dele, nenhuma esperança para ninguém, a não ser acreditar em Jesus Cristo!
Você estará perdido se não olhar para Jesus. Não há nada em sua morte que te salve, não há nada em sua vida que te salve, a menos que confie nEle. Você deve olhar e olhar por si mesmo.
O homem ferido diz: “Não devo sentar-me aqui para olhar minha ferida, pois isso não me salvará. Vê onde a serpente me picou? O sangue está escorrendo, preto com o veneno! Como isso queima e incha! Minhas pulsações estão falhando. Mas todas essas reflexões não me aliviarão. Devo olhar logo ali, a serpente de bronze que foi levantada. É perda de tempo olhar para o que não é o remédio que Deus ordenou.
Deus requer que confiemos nEle e que usemos Seus meios de salvação.
O próprio Jesus disse: “E, como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do homem seja levantado. (...) Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito” (Jo 3:14,16), mostrando claramente que a morte de Jesus na cruz foi uma demonstração de amor aos homens e qualquer que olhe para essa exibição do profundo amor de Deus, ou seja, a entrega de Seu filho unigênito para virar maldição por nós, viverá.
   Quando um homem era sarado por olhar a serpente, não podia dizer que fora curado por si mesmo, pois ele somente olhava, e não havia poder numa olhada. Um cristão nunca reclama honra ou crédito em razão de sua fé. Onde está o glorioso crédito de simplesmente crer na Verdade e humildemente confiar em Cristo para que te salve? A fé glorifica a Deus, e, assim, nosso Senhor escolheu isso como instrumento da nossa salvação.
Não sou salvo por nada que tenha feito, mas pelo que o Senhor fez. Deus quer que cheguemos a essa conclusão: se somos salvos, é por Sua livre, rica, soberana e imerecida Graça, demonstrada na pessoa de Cristo.
A pessoa era curada de uma vez. Não tinha que esperar cinco minutos ou cinco segundos.
Se você viveu no mais profundo pecado possível até esse momento, se agora somente crer em Jesus será salvo antes que o relógio sinalize outra hora. É rápido como um relâmpago! Perdão não é um trabalho de tempo.
Santificação requer uma vida, justificação não passa desse momento. Você crê, você vive! Você confia em Cristo, seus pecados são apagados! Você é um homem salvo no momento que crê! “Oh”, diz alguém, “isso é uma maravilha”. E isso é uma maravilha e será eternamente. Os milagres de nosso Senhor, quando estava na terra, eram instantâneos na maior parte das vezes.
A tentação é vencida pelo sangue de Jesus! e esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé” (I Jo 5:4).
Quem crer será salvo. Algumas pessoas tinham que olhar a uma longa distância, a haste podia não estar eqüidistante de todo mundo, mas enquanto pudessem vê-la, isso curaria tanto quem estava longe, como quem estava perto. Tão pouco importava se seus olhos eram defeituosos. Nem todos tinham uma visão perfeita. Alguns poderiam ser estrábicos, outros poderiam ter a visão escurecida ou então apenas um olho: mas se eles somente olhassem, viveriam! Talvez o homem mal pudesse distinguir a forma da serpente quando olhava para ela e dizia: “oh, não posso ver as curvas da serpente, mas posso ver seu brilho”. E ele vivia!
Oh, pobre alma, se não pode ver Cristo e Suas maravilhas, nem toda a riqueza de sua Graça. Porém se pode ver que se tornou pecado por nós, viverá! Se você diz: “Senhor, eu creio. Ajuda-me com minha incredulidade”, sua fé te salvará! Uma „pequena fé te dará um GRANDE CRISTO e você encontrará vida eterna nEle.
Se sua alma está envolta na tempestade e se da nuvem se desprende somente um raio de luz, olhe para Jesus com a ajuda desse raio e viva!
É seu compromisso e meu também, que levantemos o Evangelho de Cristo para que todos possam vê-lo! Tudo que Moisés teve que fazer foi levantar a serpente à vista de todos.
Isso é o que devemos fazer com nosso Senhor. Temos que pregá-lo, ensiná-lo e fazê-lo visível a todos os olhos!
Tudo deve ser feito de maneira que Jesus apareça e nada possa escondê-lo.
A verdadeira grandeza da pregação consiste em que Cristo Jesus seja mostrado grandiosamente nela.

Que o Senhor JESUS CRISTO te abençoe!

12 comentários:

  1. Palavras de sabedoria, inspiradas pelo Espírito Santo de Deus

    ResponderExcluir
  2. Amém!
    Que Deus as use para cumprir o SEU propósito.
    Deus abençoe!

    ResponderExcluir
  3. Deus, amou o homem de tal maneira, que deu o seu filho muito amado, Senhor Jesus Cristo, para salvar os pecadores que se arrependem dos seus pecados. Eu, pecador, peço perdão ao meu Senhor por todos os meus pecado e sei que ele é justo e fiel para me perdoar. Obrigado meu Deus. Amem.

    ResponderExcluir
  4. MEUS DEUS EM NOME DO VOSSO FILHO MUITO AMADO SENHOR JESUS CRISTO, DA-NOS FORÇA E A VOSSA SANTA PRESENÇA PARA FALAR-MOS DA SALVAÇÃO, AOS QUE NÃO ACREDITAM QUE O ÚNICO SALVADOR É JESUS CRISTO.OBRIGADO ESPÍRITO SANTO, PELO PERDÃO DOS MEUS PECADOS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém. Falar do amor de Jesus Cristo aos que não o conhecem é essencial. Que o Senhor nos dê sabedoria! Deus abençoe!

      Excluir
  5. Sem o evangelho de Cristo Jesus, nós não somo nada..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com toda a certeza...sem ELE não somos nada!

      Excluir
  6. E POR NENHUM OUTRO CHEGAREMOS À SALVAÇÃO, A NÃO SER POR JESUS CRISTO, O UNIGÊNITO DE DEUS! AMÉM!
    PALAVRAS DE SABEDORIA, INSPIRADAS PELO SANTO ESPÍRITO DE DEUS! QUE ELE, O SENHOR JESUS, TE ABENÇOE!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém, que ELE abençoe você e sua família também!

      Excluir
  7. Amém ! O Senhor Jesus também me salvou e a minha esposa e hoje somos transformados pelo poder de Deus, cheios do amor de Deus, mesmo sem merecermos. Isso é maravilhoso irmãos, ter a certeza da salvação.

    Parabéns pelas Palavras de sabedoria, inspiradas pelo Espírito Santo de Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém, que Deus as use para alcançar aqueles a quem ELE ama!

      Excluir