segunda-feira, 9 de maio de 2016

Pequenos começos, grandes vitórias!

Observando a grandiosidade de Deus, alguns podem até pensar que exatamente devido a esse atributo, ELE só trabalhe por meio de coisas grandes.
Mas não é dessa forma que Deus age. ELE também opera nos pequenos detalhes, pois assim como criou o oceano e todo o universo, foi minucioso na criação de uma borboleta, uma gota de orvalho ou quaisquer outros exemplos menores.
O fato de algo não ser visível aos olhos de todos, não significa que tem menos valor ou importância, mas apenas que a maneira como está sendo realizado é diferente.
Deus tem seus pequenos começos, e é a partir deles que coisas grandiosas acontecem.
É importante que você O perceba algumas vezes realizando grandes coisas através das pequenas.
Algumas delas, seus olhos não enxergarão até que seja despertada a visão espiritual.
Vamos citar o exemplo de Agar, quando teve que  afastar-se de Abraão e ir embora com seu filho. A água de seu odre acabou e seu filho estava morrendo de sede, ela mesma estava a ponto de desfalecer e isso lhe causou desespero. Deus então, em sua infinita bondade, abriu os olhos dela para que visse o fresco manancial que borbulhava muito perto do local onde estavam.
Em todo tempo houve uma fonte de água perto de Agar, ainda que ela não a tenha visto. Deus não abriu a terra para fazer que brotassem novas águas, nem mesmo tinha necessidade disso. A fonte já estava lá, mas para todo propósito prático, bem que podia não ter estado onde estava, pois Agar não podia vê-la. Era necessário que Agar enxergasse a fonte tanto quanto era necessário que ela estivesse lá e, portanto, com grande compaixão, o Senhor a conduziu a ver o manancial ou, como o texto expressa, “e abriu-lhe Deus os olhos”.  (Gênesis 21: 15-19)
Certas vezes os olhos dos homens estão tão desapercebidos ou centralizados em algo que não deveriam, que ainda que houvesse um ribeiro de águas ao seu lado, não seria capaz de enxergar.
Deus não age pela razão, ou através de coisas óbvias, ELE age da maneira que Lhe apraz, mas em qualquer situação, faz segundo o propósito do seu coração.
Se algo não está atendendo suas expectativas ou distante de seus objetivos, confie NAQUELE que realiza o impossível, por meio de grandes, mas também de pequenos começos. (Zacarias 4: 10 a)
Não são os meios utilizados para realizar a obra que determinarão seu valor, mas o resultado final obtido através deles.
Deus não precisa de muito para realizar coisas magníficas. Não esqueça que ELE nunca estará limitado por nossas limitações.
Como citou Charles H.Spurgeon: “Algumas vezes, coisas que são bem pequenas se convertem em coisas absolutamente necessárias, pois são como dobradiças da história, como eixos nos quais o futuro gira. Frequentemente, o curso inteiro da trajetória de um homem se viu afetado pelo pensamento de um instante”.  
Pode ser que você esteja discorrendo seus olhos sobre esse texto e precisa de tão pouco para ser capacitado para a vida eterna. Basta apenas que O Santo Espírito abra seus olhos. Espero que ELE lhe conceda esse favor.
Pequenos começos são o início de uma grande história!

Ainda tem muito mais para ser revelado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário