segunda-feira, 16 de novembro de 2009

JESUS CRISTO, Sabedoria, Justiça, Santificação e Redenção!

Deus é Maravilhoso!!!
Sua sabedoria vai muito além de nosso entendimento.
Sua Justiça é Perfeita!
Sua Redenção é completa!
Deus é tão bom que na sua inimaginável sapiência nos preparou todas as coisas.
"Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz, e não de mal...(Jer 29:11)
Os pensamentos de Deus a nosso respeito são bons, puros e perfeitos.
Não havia um modo de alcançarmos a Salvação por nós mesmos, então o SENHOR, DEUS TODO PODEROSO enviou seu FILHO JESUS CRISTO, para através DELE firmar uma nova e eterna aliança com o homem.
Mas vós sois dele, em JESUS CRISTO, o qual para nós foi feito por Deus Sabedoria, e Justiça, e Santificação, e Redenção; (1Cor 1:30)
Estive fazendo uma leitura a respeito dessa tão preciosa graça na obra de "George Whitefield", "CRISTO, Sabedoria, Justiça, Santificação e Redenção".
Abaixo seguem alguns tópicos extraídos dessa abençoadora obra:

Deus Pai é a fonte da Deidade e JESUS CRISTO é o MEDIADOR entre Deus e os homens. (1 Timoteo 2:5).
Deus nos amou com amor eterno, como ELE mesmo destacou, antes da fundação do mundo. (Mat 25). Nossa redenção foi realizada de maneira que nenhuma carne possa gloriar-se diante de Deus.
JESUS CRISTO se tornou SABEDORIA da parte de Deus. Em que consiste a sabedoria verdadeira? Será que a vida do homem consiste na abundancia das coisas que possui? Ou será que é avaliada pela quantidade de conhecimento adquirido? “Para o que lhes servirá a sua sabedoria, se não os tornar sábios para a salvação?”.
Conhece-te a ti mesmo”.JESUS CRISTO se nos tornou SABEDORIA da parte de Deus porque quem se achega a ELE é obrigado a conhecer a si mesmo de modo que não tenha um conceito elevado de si próprio. “Antes estavam nas trevas; agora são luz no Senhor; e nessa luz, vêem as suas próprias trevas; agora lastimam a sua condição de criaturas caídas por natureza, mortas nas transgressões e nos pecados, filhos e herdeiros do inferno, e filhos da ira. Percebem que toda a sua justiça é apenas como trapos de imundícia; que não há saúde na sua alma e que não há outro nome dado debaixo dos céus, mediante o qual possam ser salvos, senão o de JESUS CRISTO. Vêem a necessidade de abraçar o Salvador, e percebem a Sabedoria de DEUS em designa-lO para ser o Salvador.
A SALVAÇÂO SÓ É ALCANÇADA POR MEIO DE JESUS CRISTO”.
JESUS CRISTO se tornou JUSTIÇA da parte de Deus. A totalidade da justiça pessoal de CRISTO,é imputada aos que O recebem como Salvador e considerada como deles. Sendo capacitados pela fé a firmar-se em Cristo, Deus Pai apaga suas transgressões, como se fossem uma nuvem espessa; dos seus pecados e iniqüidades não Se lembra mais; são feitos justiça de Deus em Jesus, que é o fim da lei para a justiça de todo aquele que crê. Em certo sentido, Deus agora não vê neles nenhum pecado; a aliança das obras é inteiramente cumprida neles; são realmente justificados, absolvidos e considerados justos aos olhos de Deus; são perfeitamente aceitos no Amado; estão completos nEle; a espada flamejante da ira de Deus, que antes girava em todas as direções, agora é removida, e livre acesso é dado à árvore da vida; são capacitados a estender o braço da fé, colher o fruto, e viver para todo o sempre. É daí que o apóstolo, consciente deste privilégio abençoado, irrompe nessa linguagem triunfante: "é Cristo quem justifica, quem condenará?". O aguilhão da morte é o pecado, a força do pecado é a lei; mas Deus lhes deu a vitória, imputando a eles a justiça do Senhor Jesus. E bem podem regozijar-se diante da conversão porque o Senhor é a justiça deles; têm paz com Deus, mediante a fé no sangue de Cristo, e nunca entrarão em condenação. “Cristo Se tornou da parte de Deus, justiça; o que, pois, podem temer?”.
JESUS CRISTO se tornou SANTIFICAÇÃO da parte de Deus. Santificação aqui faz referência a uma renovação total do homem. Pela justiça de Cristo os salvos passam legalmente a ter vida; pela santificação são tornados espiritualmente vivos; pela primeira recebem o direito à glória; pela segunda são tornados dignos da glória. Portanto são santificados inteiramente em espírito, alma e corpo. Seus entendimentos, que antes eram entenebrecidos, agora se tornaram luz no Senhor; e suas vontades, antes contrárias à vontade de Deus, agora estão em harmonia com ela. São feitos co-participantes da natureza divina e de Jesus Cristo recebem graça sobre graça. Toda graça que há em Cristo é copiada e transcrita para suas almas; são transformados à Sua semelhança; Ele está formado dentro deles; habitam nEle e Ele habita neles; são guiados pelo Espírito, e produzem o fruto do Espírito; sabem que Cristo é seu Emanuel, Deus com eles e neles; são templos vivos do Espírito Santo. Sendo eles, portanto, uma habitação santa ao Senhor, a Trindade habita e anda neles; enquanto aqui na terra estão assentados com Cristo nos lugares celestiais, e por uma fé viva estão vitalmente unidos com ELE. Falam e andam com ELE assim como um homem fala e anda com seu amigo. “Ora, a justiça de Cristo, ou aquilo que tem feito em nosso lugar, é a causa única da nossa aceitação diante de Deus, e de toda a santidade operada em nós”. “Por causa da justiça de Cristo exclusivamente, e não por causa de alguma coisa operada em nós, é que Deus nos contempla com favor”.”A Santificação não é a causa de nossa aceitação por Deus, mas sim o efeito dela”.
JESUS CRISTO se tornou REDENÇÃO da parte de Deus. Justificação não somente significa a remissão dos pecados passados, mas também um direito constitutivo a todas as coisas boas do porvir. Se Deus nos tem dado o SEU FILHO, como não nos dará com Ele livremente todas as coisas? Da mesma maneira como a obediência de Cristo é imputada aos salvos, a Sua perseverança naquela obediência é também imputada a eles. Com a palavra "redenção" não devemos entender que apenas significa uma libertação completa de todo o mal, mas implica também em pleno desfrute de todo o bem, tanto no corpo quanto na alma. Isso mesmo: tanto no corpo quanto na alma, pois o Senhor também é para o corpo. Os corpos dos santos nesta vida são templos do Espírito Santo. Deus faz uma aliança com o pó dos crentes; depois da morte, embora os vermes os destruam, mesmo na sua carne verão a Deus. "Convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade, e que isto que é mortal se revista de imortalidade" (I Cor. 15:53). Seus corpos, bem como suas almas, foram dados a Jesus Cristo pelo Pai. “Alguém Pode, com toda a força da razão natural, achar um meio melhor de aceitação com Deus, do que mediante a justiça do Senhor Jesus Cristo? Não percebem que não podem transformar seus próprios corações?.
Precisamos revestir-nos (como eleitos de Deus) de humildade de coração, e gloriar-nos somente no Senhor, pois nada possuímos a não ser aquilo que recebemos da parte de Deus.
Não se firmem na sua própria fidelidade, e sim na imutabilidade de Deus”.
Cristo, tendo amado vocês, os amará até o fim”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário