terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Minha graça te basta!

Aquele que verdadeiramente conhece a Deus, deveria manter-se firme na certeza de que a bondade DELE independe de circunstâncias.
A mesma bondade refletida no dia de sol, também pode ser observada na mais angustiante tempestade.
Deus não dorme, portanto SEUS olhos estão em todo tempo sobre sua vida. ELE nunca perdeu o controle. (Salmos 121: 4)
Em meio a tribulação, seja reflexo da glória de Deus!
Gostaria de compartilhar trechos de um sermão de Charles H.Spurgen intitulado "A minha graça te basta" e oro a Deus para que o Espírito Santo encha seu coração com SUA doce presença.

A minha graça te basta(2 Coríntios 12:9)

Se nenhum dos santos de Deus fosse humilhado e sujeito às provações, não conheceríamos tão bem nem metade das consolações da graça divina. Quando encontramos um andarilho que não tem onde reclinar a cabeça, mas que pode dizer: "mesmo assim confiarei", ou quando vemos um pobre necessitado de pão e água que ainda se gloria em Jesus; quando vemos uma viúva enlutada assolada por aflições e ainda tendo fé em Cristo, oh! que honra isto reflete no evangelho.
A graça de Deus é exemplificada e engrandecida na pobreza e nas provações dos crentes. Os santos resistem a todo desalento, crendo que todas as coisas cooperam para o seu bem, e que, entre todas as coisas aparentemente ruins, afinal florescerá uma verdadeira bênção - que, ou seu Deus operará um rápido livramento, ou, com toda certeza, os sustentará na provação, enquanto assim Lhe aprouver. Esta paciência dos santos prova o poder da graça divina. Suponhamos que exista um farol em alto mar: a noite está calma - não posso dizer se a estrutura dele é sólida ou não, a tempestade precisa desabar sobre ele, e então saberei se continuará em pé. Assim é com a obra do Espírito Santo: se ela não fosse cercada por águas tempestuosas em muitas ocasiões, não saberíamos o quanto é forte e verdadeira; se os ventos não soprassem sobre ela, não saberíamos o quanto é firme e segura. As obras-primas de Deus são aqueles homens que permanecem firmes, inabaláveis, em meio às dificuldades:
"Calmo em meio ao choro e confiante na vitória."
Aquele que deseja glorificar seu Deus, deve considerar que enfrentará muitas provações. Portanto, se o seu for um caminho cheio delas, regozija-te nele, pois mostrarás o teu melhor diante da toda suficiente graça de Deus.
Quanto a ELE falhar contigo, jamais pense nisto - abomine este pensamento. 
O Deus que foi suficiente até agora, o será até o fim.

Fonte: Morning and Evening (Devocional vespertina do dia 04 de Março)

Tradução: Mariza Regina Souza

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Em todo tempo Deus é bom

Deus é bom! Você consegue confirmar essa afirmação ?
Ela está condicionada a algo, ou é fruto de sua percepção sobre quem é DEUS?
Em que você se baseia para declarar a bondade e misericórdia de DELE?
Se você O considera bom quando está bem de saúde, deve fazê-lo também quando não a tiver.
Se Deus é bom quando você está bem financeiramente, ELE deve continuar sendo bom quando o dinheiro lhe faltar.
Se Deus é bom quando você conquista algo que tanto desejava, ELE deve continuar sendo bom mesmo quando suas expectativas não forem atingidas.
Se você considera Deus bondoso quando está cercado de pessoas que te amam, deve considera-lo de igual maneira quando seus entes queridos não mais estiverem ao seu lado.
Qual é a medida de sua gratidão pelo que Deus fez em sua vida? Ela muda de acordo com a situação?
A gratidão é um sentimento despertado no coração  daquele que entende ter recebido algo que não merecia, e independente  do que aconteça posteriormente sente-se grato pelo favor que recebeu.
Segundo o significado hebraico, a gratidão é representada pelo louvor.
Você consegue louvar a Deus quando as coisas não estão bem?
Quanto você consegue ser grato a Deus pelo que ELE já fez por você, independente de acontecer ou não aquilo que você deseja?
Se você condiciona sua gratidão a algo, ela não é verdadeira. 
Você se frustra quando seu patrão não reconhece o esforço que faz pelo bem da empresa? Fica decepcionado quando seus familiares não enxergam o quanto você se esforça para dar a eles o melhor? Imagine então como Deus se sente? Seu esforço em fazer coisas boas jamais pode ser comparado ao que Deus fez. ELE entregou SEU único FILHO para morrer no lugar de pecadores, tais como EU e VOCÊ!
Quanto amor há nesse gesto e quanta gratidão deveria brotar no coração daqueles que entendem a grandeza de SUA atitude.
Seja agradecido! Lembre-se do que Deus já realizou em sua vida, isso ameniza os momentos difíceis e faz com que você tenha paciência para aguardar o agir de Deus.
Agora, quero deixar uma frase para que você reflita:
E se você acordasse hoje somente com aquilo que agradeceu ontem, o que você teria?

Deus abençoe sua vida!

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Quem é JESUS CRISTO para você?

A resposta pode até ser automática: É o Filho de Deus.  Porém a pergunta não é sobre o que você ouviu falar DELE, mas quem ELE realmente é para você.
Certa vez, Jesus questionou os discípulos sobre quem pensavam ELE ser, e recebeu de Pedro a seguinte resposta : “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo. (Mateus 16:16)
Essa afirmação veio de alguém que andava com JESUS, comia com ELE, ouvia SUA voz e via as maravilhas que ELE fazia.
Agora me responda: Você conhece JESUS?
É improvável alguém dizer com convicção que JESUS é o Salvador, a menos que possua absoluta certeza de que foi salvo por ELE.
Quem é JESUS na sua vida?
Talvez ELE seja uma imagem perante a qual você faz orações quando está necessitado, mas que depois disso, a deixa em um canto e só volta a procura-la quando houver outros pedidos para serem realizados.
Ou quem sabe para você, Ele é o filho de Deus que está lá nos céu, inacessível e distante, incapaz de ser alcançado.
Quem realmente é JESUS para você?
Quanto do SEU amor você permitiu que alcançasse sua vida? Quanto do sacrifício realizado na cruz do calvário foi absorvido pelo seu coração? Quanto entendimento possui sobre quem você é, e quem ELE é? Qual é a sua compreensão sobre o favor incomparável que JESUS lhe fez, ocupando o seu lugar naquela cruz? Enfim, quem é JESUS para você?
Você consegue ouvi-lo, ou reconhecer SUA voz? Sabe de verdade como ela é?
A bíblia diz que as ovelhas de JESUS ouvem a sua voz, e ELE as chama pelo nome . (João 10:3) . Já conseguiu ouvir a voz DELE chamando o seu?
Dentre tantas vozes, consegue distinguir qual é a DELE?
JESUS CRISTO será verdadeiramente seu Senhor e Salvador, quando tiver essa convicção em seu coração.
O significado da palavra convicção de acordo com o dicionário é: crença ou opinião firme a respeito de algo, com base em provas ou razões íntimas, ou como resultado da influência ou persuasão de outrem; convencimento.
Quando você se convencer de que se não fosse JESUS, estaria perdido, com uma vida sem sentido, quando perceber quão sujo estava, e quanto amor foi necessário para lhe limpar, então ELE realmente será Cristo, o Filho do Deus vivo, que salvou a sua alma.
A resposta para essa pergunta está dentro de você e ela depende do quanto JESUS alcançou sua vida.
Quando encontra-la, entenderá o significado da frase do mesmo Pedro quando tendo a oportunidade de partir disse: Senhor, para quem iremos nós? Tu tens as palavras da vida eterna. (João 6:68)
Aquele que  compreende quem  realmente é JESUS, não consegue mais distanciar-se DELE.
Que JESUS seja seu Deus, salvador, amigo, ajudador, enfim seu tudo.
O desejo do meu coração é que sua alma suspire por ouvir a voz DELE e por andar com ELE, pois ELE é tudo o que você precisa!
Deus abençoe sua vida!



terça-feira, 17 de novembro de 2015

Só há uma chance!

“...aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo” (Hebreus 9:27)
A vida é feita de escolhas. Quando você acorda, decide se vai levantar de imediato ou dormir mais cinco minutinhos, escolhe qual roupa vai usar, onde tomara seu café e com quem ira fazê-lo. Todos os dias lhe são apresentadas opções, e sempre é você quem decide qual delas lhe cabe! Quando alguém lhe falta com respeito, é sua decisão responder de igual modo ou manter a calma e educação. No trabalho, ou até mesmo em outras áreas de sua vida, alguém vai tentar “puxar seu tapete”, e mais uma vez, você decide se revida ou deixa que Deus cuide de tudo. Tenha em mente que não só nas grandes mas também nas pequenas atitudes, o caráter das pessoas é revelado.
Sempre lhe é conferido o direito de escolha. A vida não é um caminho totalmente plano, ela tem subidas, descidas, trechos cheios de pedregulhos e alguns buracos. É preciso ter cuidado onde coloca os pés.
Algumas escolhas trazem consigo consequências ruins, pois fazem mal à outras pessoas e principalmente a você.
Quando você é afrontado, o primeiro instinto pode ser se defender, mas antes de permitir que ele ganhe força, pare, respire fundo e reflita se essa realmente seria a decisão correta. Qual foi a atitude de JESUS quando foi zombado e maltratado? Você foi feito a imagem e semelhança de Deus, a bíblia afirma isso, portanto deve ser um imitador de CRISTO.
Quando tentam lhe derrubar, dependendo de como se encontram suas emoções, o primeiro sentimento é de raiva não é mesmo? Mas se ela ganhar força, pode leva-lo a ter atitudes que mais tarde lhe causarão arrependimento. Afinal que diferença haverá entre você e o agressor se os dois agirem da mesma maneira?
JESUS é a luz do mundo, e por mais que tentem escurecer a vida daquele que ELE salvou, a luz sempre dissipará as trevas.
Mas quero que você mesmo se faça uma pergunta e tente responder com toda a sinceridade: O que você tem carregado enquanto está neste mundo? Existem coisas pesadas demais e que tornam sua caminhada mais triste e cansativa. Você tem agido e feito escolhas de acordo com o que Deus ordena?
A palavra de Deus adverte: “ Portanto nós também, pois que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com paciência a carreira que nos está proposta. (Hebreus 12:1)
Você é observado em todos os segundos de sua existência. Por seres carnais e espirituais. Que testemunho você tem dado? Certas atitudes não condizem com o Reino de Deus e você é filho DELE.
Lembro-me de um louvor do grupo Rosa de Saron cuja letra adverte que “os dias correm e somem e com o tempo não vão voltar e só há uma chance pra viver”, portanto não perca tempo com aquilo que não edifica. Suas escolhas e atitudes determinarão seu destino final, e a bíblia afirma: aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo. O que será apresentado diante de DEUS a seu respeito quando esse dia chegar? O desejo do meu coração é que sejam atitudes de um verdadeiro cristão, o qual procurou praticar aquilo que CRISTO ensinou.
Viva como um verdadeiro filho de DEUS, seja diferente e faça a diferença. Você é luz do mundo e sal da terra, portanto ilumine e dê sabor.
Não é uma tarefa fácil, mas você tem o melhor de todos os ajudadores, o doce Espírito Santo de Deus para lhe instruir e ajudar. ELE lhe ensinará a fazer escolhas corretas de acordo com a vontade do PAI.


Deus abençoe sua vida!

terça-feira, 3 de novembro de 2015

Apesar das feridas...

Existem certezas que você carrega consigo por toda sua vida.
Nada pode abalá-las, tampouco enfraquece-las, pois criaram raízes fortes e firmes.
Deus não muda. A bíblia afirma isso. NELE não há mudança nem sombra de variação. (Tiago 1:17)
Se ELE alcançou sua vida e o chamou para perto de SI, não existe a possibilidade de mudar de opinião. Você é especial para ELE, não importa o que aconteça ao seu redor.
Não confunda circunstâncias momentâneas com resultado final.
Você não estará livre de sofrer desilusões, decepções, feridas, mas apesar disso tudo ou até mesmo do seu passado, Deus o chamou.
Os laços que unem Deus a você, são solidificados pelo amor.
ELE o chama para um propósito maior do que possa imaginar.
Algo grandioso, cujos resultados ultrapassam todo o entendimento.
Você tem problemas e dificuldades, Deus sabe. Mas enquanto você se lança para cumprir seus propósitos, ELE cuida e age em tudo que o preocupa.
O poder de Deus não possui restrições, sua onipotência continua sendo a mesma, seu amor possui a mesma intensidade.
Não imponha barreiras ou tampouco limite ao agir de Deus em você e através de você.
Você é especial e portanto será um canal para que algo muito especial aconteça.

Não esqueça jamais: Deus ama você!



sábado, 24 de outubro de 2015

Não perca suas esperanças!

Deus...chama as coisas que não são como se já fossem. (Romanos 4:17)
Um projeto se inicia através de um desejo ou está fundamentado em um sonho.
A partir de então, procura-se meios para torná-lo realidade.
Planejamento, criatividade, estratégias e perseverança são fundamentais para alcançar objetivos.
Quais são seus sonhos? O que você tem guardado em seu coração? Em quais planos ou projetos você tem empenhado seus esforços?
Chame a existência aquilo que ainda não existe!
A bíblia afirma que Deus vê as coisas que não existem como se já existissem e você foi criado a imagem e semelhança DELE, portanto, amplie sua visão e veja da mesma maneira.
Chame a existência! Creia!
Empenhe-se na busca daquilo que Deus plantou dentro de você e que faz feliz seu coração.
Se em algum momento do caminho algo não sair conforme o planejado, procure outros meios para alcançá-lo.
Prepare um ambiente propício para que aconteça. Traga para perto de si.
Embora as mudanças visíveis, levem um determinado para serem observadas, elas acontecem quando se possui determinação.
Lute pelo que vale a pena.
A importância de algo pode ser medida através do quanto se está disposto a lutar por isso.
As coisas mais difíceis de serem conquistadas, geralmente são as que possuem mais valor.
Use sua criatividade. Se alguns meios não deram certo, é hora de pensar em outros.
As circunstâncias, pessoas ou o passar do tempo podem tentar desanima-lo, porém se isso acontecer, lembre-se do que está descrito em Lamentações 3:21:
Traga a memória aquilo que pode lhe dar esperança.
Se é importante, vale a pena seu esforço. Se está dentro da vontade de Deus, vai acontecer!
O meu desejo é que Deus forneça a você sabedoria para alcançar o que ELE plantou dentro do seu coração.
Persevere, a vitória é daquele que não se entrega, mas luta até o fim!
Deus abençoe sua vida!



sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Mantenha a calma e confie em Deus!

O que você faz quando algo inquieta sua alma?
Existem situações que embora você se esforce e se empenhe para modifica-las ou resolvê-las, suas forças não são suficientes para solucioná-las.
Nessas horas você precisará decidir entre confiar em Deus através da fé, ou dar-se por vencido.
Reconhecer suas limitações não é sinal de fraqueza, mas de força.
A bíblia relata a história de um determinado rei de Israel chamado Ezequias. Ele sofreu ameaças por meio de cartas, vindas diretamente do rei da Assíria, o qual possuía muito poder e cujo exército era consideravelmente mais numeroso que o seu.
 “Recebendo, pois, Ezequias as cartas das mãos dos mensageiros, e lendo-as, subiu à casa do Senhor; e Ezequias as estendeu perante o Senhor.” (Isaias 37:14)
Essas cartas foram enviadas pelo Rei da Assiria, que em sua prepotência e arrogância fez uso de pressão psicológica, desmotivando Ezequias para que não confiasse em Deus.
 “Nem tampouco Ezequias vos faça confiar no Senhor, dizendo: Infalivelmente nos livrará o Senhor, e esta cidade não será entregue nas mãos do rei da Assíria.” (Isaías 36:15)
Ezequias não teria chance alguma se o enfrentasse com suas próprias forças. Humanamente não havia solução.
Mas ele possuía algo que o outro rei não tinha, a ajuda de um Deus todo poderoso.
Percebendo suas limitações e incapacidade, tomou uma atitude de fé e apresentou perante o Seu Deus a afronta sofrida.
“E aconteceu que, tendo ouvido isso, o rei Ezequias rasgou as suas vestes, e se cobriu de saco, e entrou na casa do Senhor.” (Isaías 37:1)
Se insistisse em solucionar o problema sozinho, certamente dizimaria seu exército e a derrota seria certa.
Mas ele confiava no seu Deus. Apresentou as ameaças ao Senhor,  solicitando  sua ajuda.
E DEUS agiu, fazendo algo maravilhoso e grandioso. Livrou-o das mãos do seu inimigo.
Agora eu pergunto a você: Qual é a carta que você gostaria de apresentar a Deus?
Um pedido de divórcio? Uma carta contendo dívidas financeiras? Um diagnóstico de doença incurável? Todos esses itens impulsionam a oração.
Apresente tudo a Deus, da mesma maneira que solucionou o que ameaçava a paz de Ezequias, Ele também agirá em seu favor.
Confie em Deus de todo o seu coração e perceberá que o que você não pode, ELE resolve!
Deus abençoe sua vida!




terça-feira, 22 de setembro de 2015

Sonhos perfeitos!

Você sabe o que é um sonho perfeito?
É aquele que nasceu no coração de Deus para a sua vida. Aquilo que ELE em sua maravilhosa onisciência arquitetou, é o melhor que você poderia receber.
Sabe, você pode adquirir todo o conhecimento possível, e empenhar todos os seus esforços para alcançar o desejo do seu coração, mas aquilo que é essencial e eterno sempre habitou e continuará habitando em Deus.
Existem sonhos que ELE mesmo plantou em seu coração para que você participe dos projetos DELE.
Mas por outro lado, existem também aqueles sonhos egoístas e sem propósito, que não tem outro objetivo além do benefício próprio.
Que tipo de sonho você tem? Já o apresentou perante Deus para saber se é vontade DELE para sua vida?
Os sonhos de Deus são perfeitos e não morrem jamais. Você pode até deixa-los adormecidos em seu coração, mas se brotaram de Deus, certamente irão se cumprir.
O caminho pode estar cheio de espinhos e empecilhos, mas tenha fé, acredite no seu Deus! ELE é infinitamente maior que as condições desfavoráveis da vida.
Deus quer substituir aqueles sonhos que você possui e que não lhe trarão uma felicidade verdadeira e duradoura por sonhos perfeitos, gerados no SEU imensurável amor. Ore, peça a ELE para trocar o que você tem pelo que ELE possui.
A vontade de DEUS é boa, perfeita e agradável. ( Romanos 12: 2B)
Entregue seu coração a ELE e permita que lhe mostre SUA maravilhosa graça. Deixe espaço para que os perfeitos sonhos de Deus se cumpram em sua vida.


Deus ama você!



sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Encontre tudo em CRISTO!

Jesus Cristo é totalmente desejável.
Ele salva, cura, liberta, transforma, dá vida, e vida eterna...
O que você precisa? ELE pode lhe dar!
Se houvesse um despertamento e as pessoas percebessem as inúmeras coisas que podem encontrar em CRISTO, viriam a ELE correndo clamando por SUA presença.
ELE é fonte de amor, compaixão, bondade, e o único meio de salvação oferecido aos homens.
ELE é doce, terno, misericordioso, cheio de graça...
SUA vontade é realizar coisas grandiosas em você e através de você. ELE quer que você seja feliz e para que isso aconteça, tem um plano perfeito para sua vida!
Estive lendo um sermão pregado por D.L.Moody cujo título é: Oito coisas que Cristo realizará.
O desejo do meu coração é que o Espírito Santo de Deus fale grandemente ao seu coração e você perceba quão preciosa é a comunhão com CRISTO e o quanto necessita DELE em sua vida.  Seguem alguns trechos:
Oito coisas que CRISTO realizará – D.L.Moody
Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve”. (Mateus 11:28-30)

A primeira coisa é Descanso!

1 – Cristo nos dará descanso e paz

Nunca vi uma pessoa que não queira descansar. Não existe homem ou mulher na face da terra que não precise de descanso. Os comerciantes se esforçam dia e noite para amontoarem dinheiro, a fim de serem capazes de descansar. Os homens deixam suas
famílias e amigos e dão a volta ao mundo para ganhar dinheiro, com a esperança de descansar. Os marinheiros enfrentam as ondas e ficam longe de casa durante meses para conseguir dinheiro a fim de que ele os leve ao descanso. De fato, se o descanso estivesse no mercado para ser comprado, haveria centenas de pessoas que o comprariam, até mesmo por preços muito altos, mas ainda que o dinheiro não o possa comprar, o que crer na palavra de Deus poderá obtê-lo sem dinheiro e sem preço.

Quando dizemos que faremos algo, nem sempre o fazemos. Mas lembre-se: Deus nunca quebra uma promessa, nunca se equivoca e nunca falha em cumprir Sua palavra. E as palavras que leio são dignas de toda confiança, porque não são do homem, mas sim do Filho de Deus: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu
vos aliviarei”.

Isso nos diz onde há um único lugar onde podemos achar descanso. Não existe outro lugar que um homem possa ter a possibilidade de achar descanso para sua alma. Lembre-se de que não é através de algum credo, não é através de alguma igreja ou através de alguma doutrina determinada, mas sim através de Cristo. “Vinde a mim”.
Em João 14:27 há uma promessa que é muito preciosa para mim. Cristo disse: “Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá”. “Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize”. “Eu vou para o Pai, mas não vou tirá-los minha paz; minha paz vos dou.” Note essa expressão: ”Minha paz, minha paz os dou.
Muitas pessoas buscam sua paz em fontes mundanas, e quando a encontram não a possuem, porque o diabo pode brincar com os sentimentos dos homens como o homem pode tocar uma harpa e nos enganar de muitas formas. Existem muitas coisas que alteram nossa paz, mas não há nada que possa alterar a paz de Deus.
Quando temos um encontro particular com Cristo e nossas almas permanecem nEle, então obtemos descanso, paz e gozo.

2- Cristo não rejeitará a ninguém e receberá a todos que se achegarem a Ele.

Agora vamos à segunda coisa, que Ele fará e que se acha em João 6:37. Parece-me que alguns dirão: “Ah se eu fosse suficientemente bom para ir, iria e conseguiria esse descanso, paz e gozo”. Mas, se lermos o versículo que mencionei anteriormente, encontraremos que: “o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora”.
Não importa se é um homem ou uma mulher, não importam quais sejam suas tribulações, penas ou pecados, se for diretamente ao Mestre, Ele não lhe lançará fora. Havia um jovem pródigo e desenfreado que se juntou a uma de nossas reuniões. O curso que ele seguia era diretamente para a ruína, mas o Espírito de Deus começou a trabalhar nele. Enquanto eu estava conversando com ele e me esforçando para levá-lo até Cristo, citei esse versículo. Mostrei-o e dirigi a mente dele de modo direto por muito tempo e ao final, pareceu que a luz entrava na sua mente e achava consolo. Assim que lhe disse esse versículo, ele se apegou a ele. Depois foi em direção à sua casa e o diabo foi ao encontro dele.
Mesmo depois que a pessoa clame a Cristo, o diabo vem e se responsabiliza em atacá-la com dúvidas e fazê-la crer que existe algo falso nisso.
Assim, satanás foi ao encontro deste jovem e lhe sussurrou: “Como você sabe que essa é uma tradução correta desse versículo?” Isso o levou durante um instante a um ponto morto e voltou a jogar-lhe na escuridão. Mas ele lembrou-se do que eu o havia dito, que havia se apegado àquele texto e depois que satanás pôs essa dúvida em sua cabeça, se apegou ainda mais ao versículo, mas não teve paz até às duas horas da madrugada. Então disse para si mesmo: “Vou acreditar no versículo, e se não é a tradução correta, quando eu me apresentar perante o tribunal de Deus, lhe direi que não sabia que estava errado, porque não entendo nem grego nem latim”.
Se você quiser ir a Ele, Cristo o receberá hoje. Sim, neste exato momento.
Existem pessoas pobres, perdidas, bêbadas, expulsas de casa por seus pais, abandonada por seus amigos, mas mesmo elas o Senhor recebe.
Mas, às vezes você diz que precisa primeiramente se livrar dos seus pecados e, então, recorrer a Deus. Isso seria como um homem que estivesse morrendo de escarlatina e dissesse: “É melhor eu esperar a febre passar antes de ir ao médico!”. É exatamente por ser pecador e não poder se livrar dos seus pecados que você precisa de um Salvador.
Se eu estivesse moribundo por falta de alimento, seria racional dizer: “Quando eu me livrar desta fome, então começarei a comer”? Por estar faminto que eu necessito comer e, sendo assim, porque é um pecador que você precisa de Cristo. Cristo é o médico da alma.

3 – Cristo nos fará limpos

Em Lucas 5: 12,13 lemos sobre o leproso que vai até Cristo: “E aconteceu que, quando estava numa daquelas cidades, eis que um homem cheio de lepra, vendo a Jesus, prostrou-se sobre o rosto, e rogou-lhe, dizendo: Senhor, se quiseres, bem podes
limpar-me. E ele, estendendo a mão, tocou-lhe, dizendo: Quero, sê limpo”.
E imediatamente a lepra o deixou. Se existe alguma pessoa aqui cheia da lepra do pecado, e quiser ir ao Mestre contar-lhe todo o seu caso, Ele dirá o mesmo que disse ao leproso: Quero, sê limpo e a lepra de seus pecados desaparecerá. O único que pode perdoar seus pecados é o Senhor Jesus Cristo. Medite nas palavras do Senhor mais uma vez: “Quero, sê limpoe então junte isso ao outro versículo: “O que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora.
Sendo assim, se existe algum pecador aqui, receba este versículo e guarde-o em sua mente, que o pobre leproso foi a Cristo.
O Filho de Deus lhe diz: “Vou limpar-lhe da lepra e dar-lhe saúde em troca. Vou tirar essa terrível enfermidade que destrói seu corpo e sua alma e lhe darei minha
justiça no lugar. Vestir-lhe-ei com as roupas da salvação”. Isto não é algo maravilhoso?

4 – Cristo dará testemunho que pertencemos a Ele

Depois que o homem é salvo, a confissão é o próximo passo. Somos limpos no sangue do Cordeiro e o que temos de fazer depois é abrir nossas bocas. Temos de confessar a Cristo aqui, neste mundo, nas trevas, e falar aos demais do Seu amor. Não temos razão para nos envergonharmos do Filho de Deus.
Na China lemos que a maior ambição de um soldado triunfante é ter seu nome escrito no palácio do templo de Confúcio. Pensemos agora em ter o nome mencionado no reino dos céus pelo príncipe da glória, pelo Filho de Deus, porque você o confessa aqui, na terra.
Temos conhecido muitos cristãos que vão apalpando as trevas e nunca recebem a clara luz do reino, porque estão envergonhados para confessar o Filho de Deus. Não tenham vergonha, cristãos! Que os seus amigos e mesmo seus inimigos saibam que vocês estão do lado de Deus.

5- Cristo nos fará pescadores de homens

Não existe cristão que não possa trazer alguém ao Salvador. Cristo disse: “E eu, quando for levantando da terra, todos atrairei a mim” (João 12:32) e o nosso dever é exatamente esse, levantar a Cristo e viver para Ele.
Siga a Cristo e somente a Ele. Ele é quem diz que nos fará pescadores de homens.
Há uma grande razão a qual muitos falham. Muitos homens bons tem me perguntado: “Por que não temos resultado algum? Trabalhamos firmes, oramos muito, pregamos
conscientes e não há nenhum sucesso?” Eu lhe digo: “É porque muitos passam todo o tempo disponível remendando suas redes. Não é estranho que não pesquem nada”.
Outra coisa, se quiserem pescar homens, é necessário lançar a rede. Se um homem prega o evangelho e o prega fielmente, deve esperar resultados ali mesmo.
“Bem” – disse alguém– “mas, não há tempo para semear e tempo para colher?” Sim, é verdade, há tempo para os dois, mas também pode semear com uma mão e colher com a outra. Há um vazio no coração de todo homem que precisa ser preenchido e somente Cristo é capaz de preenchê-lo. Este pobre homem precisa de um Salvador e se temos sucesso na pesca de homens é porque pregamos o Cristo crucificado, não Sua vida somente, mas também Sua morte.
Pense no grande privilégio de fazer uma alma chegar-se a Cristo. É como uma corrente que fluirá pelos séculos mesmo quando você não estiver mais presente. Pensemos agora em Paulo lá em cima. Há uma corrente de pessoas que vai ao céu cada dia e a cada hora, que são levadas a Cristo por meio dos escritos de Paulo. Paulo pôs em andamento uma corrente que vem fluindo desde dois mil anos. Imaginemos os homens que sobem ao céu e dizem: “Paulo, obrigado pela carta que você escreveu aos Efésios; achei Cristo nesta epístola. Paulo, obrigado por escrever a carta aos Coríntios. Paulo, achei Cristo na epístola aos Filipenses. Sou muito grato Paulo, pela epístola de Gálatas, achei Cristo nela.” E assim, me imagino junto a essas pessoas subindo e agradecendo Paulo em todo momento pelo que fez. Ah! Quando Paulo foi posto na prisão, não cruzou os braços e ficou indolente. Não, antes começou a escrever as epístolas que chegaram até nós ao largo das idades, levando milhares e milhares ao conhecimento de Cristo crucificado.

6. Cristo não nos deixará órfãos

Achamos em João 14:18 “Não vos deixarei órfãos”. Para mim, este é um doce pensamento que Cristo não nos tenha deixado sozinhos neste escuro deserto aqui. Embora Ele tenha subido ao céu e já ocupou Seu lugar a destra do Pai em Seu trono,
não nos abandonou. Ele não abandonou José quando o colocaram na prisão. “Deus estava com ele”. Quando Daniel foi jogado na cova dos leões, o Todo-Poderoso estava
com ele. Estavam juntos, não podiam se separar, então Deus também estava na cova dos leões com Daniel. Não existe separação. Se tivermos Cristo conosco, podemos tê-Lo
por completo.
Disse Jesus: “E eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos (Mateus 28:20). Alguns amigos e filhos podem nos deixar e é muito triste o momento em que um membro de nossa família se vai para um país distante, por exemplo. Mas graças a Deus, um cristão e Cristo nunca estarão separados.
Ele está conosco aqui e nós estaremos com Ele pessoalmente. Estaremos com Ele e o veremos em Sua formosura logo. No entanto, não somente Ele está conosco, mas também nos deixou o seu Espírito Santo, o qual nos ensina todas as coisas. Damos honra ao Espírito Santo porque reconhecemos que está aqui no meio de nós.
ELE tem poder para dar vista ao cego, liberdade ao cativo e abrir os ouvidos do surdo, para que possamos ouvir as gloriosas palavras do evangelho.
    
7. Cristo nos Ressuscitará no último dia

Sendo assim, há outra coisa que Ele fará, segundo João 6.40; no capítulo aparece quatro
vezes: “ e eu o ressuscitarei no último dia”. Acho doce a ideia de ter um Salvador que
tenha poder sobre a morte. Meu bendito mestre tem as chaves da morte e do inferno. Eu sinto muito pelos incrédulos e infiéis, pois eles não têm esperança de uma vida eterna. Mas todo filho de Deus pode abrir este capítulo e ler a promessa e seu coração saltará dentro dele de prazer em fazer isso.
Quando Cristo esteve nesta terra, nos deu uma amostra do que podia fazer. Temos, por exemplo, os casos da filha de Jairo, do filho da viúva e de Lázaro. Ele ressuscitou os três para afastar toda dúvida que pudesse restar em nosso coração. Que obscuro e sombrio seria este mundo se não tivéssemos esperança de ressuscitar, no entanto, quando colocamos os nossos filhinhos em um túmulo, ainda que seja com peso e dor no coração, não é sem esperança.
Vimos sua luta terrível com a morte, sua partida, mas há uma estrela que ilumina as trevas: o pensamento de que, ainda que o laço feliz tenha sido rompido na terra, voltará a ser refeito ali, em um mundo de luz celestial. Mesmo tendo perdido um ser querido, regozije-se ao ler o que Jesus fará. Os que morreram em Cristo serão recobrados mais tarde. As trevas se dissiparão e a luz da manhã da ressurreição cairá sobre nós.
Há um só curto tempo de espera e logo ouviremos a voz, mesmo no túmulo, daquele que disse: “eu o ressuscitarei no último dia”. Esta é uma promessa preciosa.

8. Cristo fará que estejamos com Ele na glória

Vejamos agora outra coisa que Ele fará em João 17: 24: “Pai, aqueles me destes quero que, onde eu estiver, também eles estejam comigo...”A glória futura!
Essas palavras ele as disse no cenáculo, na última noite, antes de ser crucificado e sofrer a terrível agonia e morte no Calvário.
Paulo se regozijava nessas palavras: Dizia ele: “Estas leves aflições, estes açoites, estas
pedras que me lançam; tudo isto é muito pouco, a glória que há mais além, excede, contudo, a tudo isto, que não se compara com ganhar a Cristo” E assim, quando as coisas vêm contra nós, reanimemo-nos e lembremos que a noite vai passar e logo haverá um amanhã para nós.

O ponto que corresponde ao pecador

Falta somente um ponto às oito coisas que vimos. Consideramos as coisas que Cristo fará: dar-nos-á descanso, não rejeitará a ninguém e receberá a todos que se alegrarem com Ele, nos fará limpos, dará testemunho que pertencemos a Ele, nos fará pescadores de homens, não nos deixará órfãos, nos ressuscitará no último dia e fará que estejamos
com Ele na glória.
Os pecadores hão de dizer: “Levantar-me-ei e irei ao meu Pai”.
Quem quer dizer isso hoje? Quem quer ir a Deus como foi o filho pródigo?
O filho diz para si mesmo: “Estou perecendo aqui de fome enquanto na casa de meu pai há abundância de pão. Me levantarei e irei ao meu Pai.” Este será o momento decisivo de sua vida.
Amigos meus, digam: “Me levantarei hoje”. Haverá alegria no céu hoje pelo seu regresso. Leia Lucas 15:10:há alegria diante dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende.Regresse agora e viva!
Diga: “Estou perdido eu sei, Nada poderá sanar o mal que me cerca a não ser Jesus ,
que morreu por mim.!


Deus abençoe sua vida!

Fonte: w w w . p r o j e t o c a s t e l o f o r t e . c o m . b r

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

A água da vida

Se alguém tem sede, venha a mim e beba. (João 7:37)
Quando alguém  sente sede, o mais provável é que vá até onde encontre água e se sacie, não é mesmo? 
Mas esta não é a única sede que existe, existem outras que podem ser exemplificadas pela solução de um problema, por justiça, amor, atenção...
Tendo ciência de onde se dirigir para encontrar água é muito mais fácil resolver a questão, mas e quanto aquela pessoa que está sedenta e não sabe onde buscar o que precisa?
Jesus disse no versículo acima: Se alguém tem sede, venha a mim e beba.
Algumas pessoas atravessam o deserto em certas situações da vida e tem muita sede. Sede de esperança, de amor, de compaixão...
Elas estão tão perdidas e desorientadas que não conseguem encontrar a fonte capaz de saciar sua sede.
É bem difícil avistar água quando se caminha durante um longo tempo debaixo do sol escaldante do deserto.
Problemas financeiros, doenças, crises existenciais, depressão, rejeição, incompreensão, enfim são tantas dificuldades encontradas durante a travessia do deserto.
Se você conhece JESUS CRISTO, compreende que é só ir até ELE que sua sede será saciada, mas e quanto àqueles perdidos que não O conhecem e nem o que tem para oferecer?
Lembre-se: Você conhece a fonte de águas porque um dia alguém lhe falou sobre o grande amor de Deus e lhe apontou o caminho até Cristo. Agora é sua vez de dar aos outros àquilo que recebeu. Compartilhe o bem que lhe fizeram.
JESUS é fonte de água viva e ELE quer saciar a sede de todos os homens.
A palavra diz que quem NELE crê, rios de água viva correrão do seu ventre. (João 7:38)
Você possui o que muitos precisam. Conduza as pessoas até CRISTO para que ELE faça a elas o mesmo que fez a você.
É sua escolha mostrar-lhes o caminho. Você pode mudar a vida de alguém.
O mundo é um vasto campo de pessoas sedentas, você pode contribuir para que elas se saciem na fonte que é Cristo.
Mostre-O para elas, indique o caminho, e Deus lhe retribuirá o bem realizado.
Você conhece a fonte, portanto não permita que outros morram de sede. 
Pense nisso!

Deus abençoe sua vida!

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Faça e seja a diferença!

Enquanto Jesus esteve entre os homens, inúmeras pessoas O seguiam. Algumas a distância, outras de maneira mais próxima, porém existiam aquelas que ousavam tocá-lo e conversar com ELE.
Uma multidão estava ao SEU redor, mas algumas pessoas de maneira singular atraíam SUA atenção.
A mulher cheia de esperança que tocou em Suas vestes e recebeu a cura que tanto almejava , o publicano que subiu em uma figueira só para vê-lo passar, o cego que clamou por sua misericórdia, o centurião que reconheceu a AUTORIDADE de Jesus, dentre outros exemplos que se fôssemos citar, seriam numerosos.
Essas pessoas tiveram um contato com JESUS e algum tipo de mudança ocorreu, seja em sua alma, mente ou na maneira de agir. Elas foram curadas, libertas, perdoadas...
Todas as pessoas que tem um contato próximo com Jesus tem uma mudança de comportamento, Zaqueu mudou de atitude na hora em que Jesus foi cear em sua casa.
E, levantando-se Zaqueu, disse ao Senhor: Senhor, eis que eu dou aos pobres metade dos meus bens e, se nalguma coisa tenho defraudado alguém, o restituo quadruplicado. (Lucas 19:8)
A coragem e determinação delas trouxe cura para seus corpos e almas.
Havia uma multidão, mas apenas alguns atreveram-se a agir diferente dos demais, seja na confissão de seus pecados, na súplica por uma benção ou no reconhecimento da grandeza de JESUS.
É fácil ser multidão. Basta observar JESUS de longe e manter seus antigos hábitos e conduta.
Mas ELE não chamou você para isso.
A bíblia diz que Jesus observava a multidão, assim como agora ELE observa você. Você não foi chamado para ser igual a todos, mas para ser e fazer a diferença.
Vingar-se é muito fácil, difícil mesmo é manter o coração puro e perdoar. Reagir a uma ofensa é provável, prudente é deixar que DEUS julgue a situação.
Tenha em mente algo importante: As pessoas podem até esquecer seu nome, mas nunca esquecerão a maneira como as tratou. O revide constrói um muro, o perdão uma ponte.
Jesus convida você a ser como ELE era, manso, cheio de compaixão e amor.
Portanto, pelos seus frutos os conhecereis. (Mateus 7:20)
Que o meu e o seu fruto possa ser doce e agradável a Deus.
Faça a diferença, escolha ser benção!

Deus abençoe sua vida!

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

O verdadeiro arrependimento!

Você sabe qual é o significado de arrependimento?
Segundo uma das definições descritas pelo dicionário Priberam, arrependimento significa: “Mudar de intenção ou de ideia.
Você já deve ter agido por impulso, ou consciente e posteriormente sentiu-se arrependido.
Esse sentimento é importante, pois  determina  o primeiro passo na direção correta, mas ele precisa estar acompanhado pelo desejo de não praticar mais tal ato.
De que adiantará arrepender-se e voltar a agir da mesma maneira?
O erro repetido fere e enfraquece a credibilidade.
Você sabia que foi o meu e o seu pecado que pregaram Jesus Cristo naquela cruz?
Tendo ciência disso, o que tem feito a respeito?
O pecado destrói, fere, cega, rouba e aprisiona... por isso o arrependimento precisa transpor palavras e produzir transformação.
Ele deve gerar o desejo incontrolável de mudança de hábito, de vida, enfim de frutos.
“Se pois o filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.” (João 8:36)
O pecado não deve fazer parte da rotina diária do cristão e sim ser um acidente de percurso.
Você foi alistado para uma batalha. Essa batalha é constante e precisa ser vencida diariamente. Todos os dias estarão diante de seus olhos duas opções:  fazer o que Deus ordenou e negar a si mesmo ou fazer as vontades da carne, a qual constantemente é inflamada pelo pecado.
Mas, lembre-se sempre que o verdadeiro arrependimento sempre estará acompanhado pelo desejo de mudança.
George Whitefield descreve um pouco a respeito em seu sermão “Arrependimento”.
Segue abaixo alguns trechos para meditação!

Não há nada na sepultura para onde vamos. Mas não tenham medo, pois é frequente Deus receber o maior peca­dor através dos méritos de Cristo Jesus. Isto aumenta as ri­quezas da sua graça generosa e deveria ser um incentivo a vocês, que são grandes e notórios pecadores, para que se arrependam, pois Ele terá misericórdia de vocês, se vocês se voltarem a Ele por Cristo.
O apóstolo Paulo foi eminente exemplo disso. Ele fala de si mesmo como o principal dos pecadores, e declara como Deus lhe mostrou misericórdia.
Mas como nenhuma palavra é tão sujeita a enganos quanto o arrependimento, em primeiro lugar desejo falar a respeito de sua natureza onde a disposição carnal e corrupta dos homens é mudada numa disposição renovada e santificada. O homem que de fato se arrependeu é verdadeiramente regenerado, há uma nova criatura forjada em seu coração. Se o arrependi­mento é verdadeiro, vocês são inteiramente renovados, na alma e no corpo, o entendimento é iluminado com o conhecimento de Deus e do Senhor Jesus Cristo, e a vontade, que era teimosa, obstinada e odiava todo o bem, é obediente e submissa à vontade de Deus. Quando vocês se voltam ao Senhor pelo arrependimento descrito no evangelho, então a vontade é mudada, a consciência agora endurecida e entorpecida é avivada e despertada, o coração duro é derretido e seus afetos incontroláveis são crucificados. Assim, por esse arrependimento, a alma é completamente mudada, vocês terão novas inclinações, novos desejos e novos hábitos.
Vocês verão o quanto somos vis por natureza — o que exige tão grande mudança a ser feita em nós, para que nos recuperemos desse estado de pecado —, e, por conseguinte, a consideração de que nosso estado terrível deveria nos fazer zelosos com Deus para mudarmos nossa condição, e que a mudança implica no verdadeiro arrependi­mento.
Vocês terão fé, ainda que agora a considerem loucura e fanatis­mo, vocês não terão vergonha da causa de Cristo.
A natureza desse arrependimento é fazer uma mudança, e a maior mudança que pode ser feita é na alma. Assim, portanto o arrependimento em sua natureza denota uma aversão a todo o mal e um abandono dele.
Agora prosseguirei, mostrando-lhes as partes do arrependimento e as causas que concorrem a ele.
As partes são: a tristeza e um abandono completo do pecado.
Nossa tristeza e pesar pelo pecado não surgem meramente de um medo da ira, pois se procedem do amor-próprio e não de um amor a Deus e se o amor a Deus não é o motivo principal do arrependimento, o seu arrependimento foi em vão e não deve ser reputado verdadeiro.
Não é a aproximação a Deus com lábios, enquanto o coração está longe dEle, que Ele considera. O arre­pendimento não vem aos empurrões, mas é um ato contínuo em nossa vida, pois assim como diariamente pecamos, também precisamos de um arrependimento diário diante de Deus para obter perdão pelos pecados que cometemos.
Não é apenas confessar-se pecador, mas entender que sua condição é triste e deplorável, portanto seu coração deve estar completamente afetado com isso para que se sintam criaturas perdidas, pois Cristo veio para salvar os que estão perdidos. Se vocês gemem sob o peso e fardo dos pecados, então Cristo os aliviará e lhes dará descanso.
Vão a Deus em ora­ção e sejam sinceros com Ele, que pelo seu Espírito Ele os convence­rá de sua condição miserável por natureza e os fará verdadeiramente sensatos. Humilhem-se, humilhem-se, rogo-lhes, por seus pecados! Tendo passado tantos anos pecando, o que vocês podem fazer me­nos do que preocupar-se em passar algumas horas lamentando e entristecendo-se pelo mesmo e serem humilhados diante de Deus?
Olhem para trás em sua vida, chamem à memória os pecados cometidos, tantos quantos possam; os pecados da mocidade como também os dos anos mais recentes. Vejam como vocês se afastaram do Pai gracioso e perambularam pelo caminho da maldade, no qual se perderam, como também ao favor de Deus, o consolo do seu Espírito e a paz de consciência. Então vão e implorem o perdão do Senhor, pelo sangue do Cordeiro, pelo mal que cometeram e pelo bem do qual se omitiram. Considerem igualmente a hediondez dos seus pecados; vejam com que circunstâncias tão agravantes os seus pecados são tratados, o quanto vocês abusaram da paciência de Deus, que deveria tê-los levado ao arrependimento; e quando descobrirem que seu coração está endurecido, implorem a Deus que o amoleça. Chorem vigorosamente diante dEle e Ele tirará o coração de pedra e lhes dará um coração de carne.
Tomem hoje a decisão de deixar todas as suas concupiscências e prazeres pecaminosos, renunciem, abandonem e abominem seu anti­go curso de vida pecadora, e sirvam a Deus em santidade e justiça pelo resto de suas vidas. 
Você tem de despir-se do velho homem, com suas ações, antes de vestir o novo homem em Cristo Jesus.
Se você chora e lamenta os pecados passados e não os abandona, seu arrependimento é em vão, você está escarnecendo de Deus e enganando a própria alma.
Vocês que eram xingadores e blasfemos, prostitu­tas e bêbedos, assaltantes e ladrões, vocês que até hoje seguem os prazeres pecaminosos e as diversões da vida, rogo-lhes, pelas misericórdias de Deus em Cristo Jesus, que não mais continuem assim, mas abandonem os caminhos maus e se voltem ao Senhor. Pois Ele espera para ser gracioso para com vocês, Ele está disposto a perdoá-los de todos os pecados.
Mas vocês precisam decidir-se contra o pecado, pois não há verdadeiro arrependimento sem a resolução de abandoná-lo. Decidam por Cristo.
Estejam determinados, pela graça, neste propósito, e já terão dado o pri­meiro passo em direção ao arrependimento, contudo, tomem cuidado para que suas resoluções não se baseiem em suas próprias forças, mas na força do Senhor Jesus Cristo. Ele é o caminho, a verdade e a vida, sem a SUA ajuda vocês nada podem fazer, mas SUA graça lhes fortalece e vocês serão capazes de fazer todas as coisas.
Quan­to mais tiverem consciência de sua própria fraqueza e incapaci­dade, mais pronto Cristo estará para os ajudar.
Mesmo aqueles que tenham sido tão maus e devassos, se abando­narem agora seus pecados e se voltarem ao Senhor Jesus Cristo, Ele os receberá e todos os seus pecados serão largamente perdoados. Por que vocês negligenciariam a grande obra de seu arrependimento? Não adiem essa ação um dia mais, porém hoje, agora mesmo, aceitem a Cristo, que lhes é oferecido livremente.
É Ele quem nos encoraja a buscar e a fazer a sua boa vontade.
Às vezes, os instrumentos são muito improváveis, um pobre e menosprezado ministro ou membro de Jesus Cristo pode, pelo poder de Deus, ser o instrumento nas suas mãos para levar você ao verda­deiro arrependimento evangélico. Talvez isso seja feito para mostrar que o poder não está nos homens, mas que é inteiramente devido à boa vontade de Deus.
Mostrarei as razões por que o arrependimento é necessário à salvação.
É necessário  que nos arrependamos, pois um Deus santo não admite e jamais admitirá na sua presença algo que seja profano. Este é o começo da graça na alma, tem que haver uma mudança no coração e na vida. Vocês não podem amar o pecado e Deus ao mesmo tempo.
Enquanto não estão arrependidos dos seus pecados, vocês estão em perigo de morte e se morrerem, perecerão para sempre.
E como sabemos que vamos viver mais? Não estamos seguros de ver nossas casas em segurança esta noite.
Quanto valem todos os seus prazeres e diversões? Eles duram apenas por um momento, não valem nada e são de curta permanên­cia.
Sua alma vale sua preo­cupação, pois se vocês podem desfrutar todos os prazeres e diversões da vida, na morte vocês têm de abandonar tudo pois ela porá um fim a todos os interesses mundanos.
Corroerá a sua própria alma o pensamento de que por tão insignificante interesse vocês perderam o bem-estar eterno.
Rogo-lhes que lancem fora suas transgressões, esforcem-se contra o pecado, vigiem contra ele e implorem o poder e a força de Cristo para sujeitar o poder das concupiscências que os incitam aos caminhos pecaminosos.
Não digam que seus pecados são muitos e muito grandes para esperar encontrar misericórdia. Sejam eles tantos ou tão grandes, o sangue do Senhor Jesus Cristo os limpará de todos. A graça de Deus, meus irmãos, é generosa, rica e soberana. Zaqueu tinha estado longe de Deus e saiu para ver Cristo, sem outro intento que satisfazer a curiosidade e, não obstante, Jesus o encontrou e levou salvação à sua casa.  Vocês foram blasfemadores e perseguidores dos santos e servos de Deus? Assim foi o apóstolo Paulo, contudo ele recebeu misericór­dia.
Lembrem-se do pobre publicano, de como ele achou favor em Deus, ao passo que o fariseu orgulhoso e presunçoso, inchado com sua própria justiça, foi rejeitado. E se vocês forem a Jesus como o pobre publicano fez, com um sentimento da indignidade própria, acharão favor como ele achou, há bastante virtude no sangue de Jesus para perdoar os maiores pecadores. Então não fiquem desa­nimados, mas busquem a Jesus, e vocês o acharão pronto a ajudar em toda a sua aflição, conduzi-los em toda a verdade, trazê-los da escuridão para a luz e do poder de Satanás a Deus.
O novo nascimento é o próprio começo de uma vida de paz e consolo e o maior deleite será encontrado nos caminhos da santidade.
Então com certeza vocês não deixarão que o Diabo os engane, é tudo o que ele quer e o que almeja: fazer a religião parecer melancólica, miserável e fanática. Deixem-no dizer o que quiser, não lhe deem ouvidos, não o considerem, porque ele sempre foi e sempre será mentiroso.
O amor que Deus me fez sentir é uma boia suficiente contra todas as tempestades e tormentas deste mundo turbulento, podem os ho­mens e demônios fazer o seu pior, eu me regozijo no Senhor Jesus, e sempre me regozijarei.
Deixem o Senhor Jesus entrar em suas vidas, e vocês encontrarão a paz que o mundo não pode dar e nem tirar.
Agora, meus irmãos, gostaria de dar uma palavra de exortação aos que entre vocês já foram levados ao Senhor Jesus, que já nasce­ram de novo, que já pertencem a Deus, a quem foi dado se arrepen­der de seus pecados e estão limpos da culpa: Sejam gratos a Deus por suas misericórdias. Admirem a graça de Deus e bendigam o seu nome para sempre!
Sejam gratos por esta misericórdia indizível, nunca se esqueçam de falar da misericórdia de Deus. E assim como outrora sua vida fora dedicada ao pecado e prazeres do mundo, que agora seja gasta completamente nos cami­nhos de Deus.  Abracem cada oportunidade de fazer e receber o bem. Qualquer oportunidade que tiverem, façam vigorosa e pronta­mente, não adiem. Ao ver alguém apressando-se para a destruição, usem o máximo dos seus esforços para detê-lo em seu curso. Mos­trem-lhe a necessidade de arrependimento, e que sem isso ele estará perdido para sempre. Não façam conta se ele os menosprezar, conti­nuem mostrando-lhe o perigo em que ele está. Se seus amigos zom­bam de vocês e os menosprezam, não deixem que o desanimem. Persistam, mantenham-se firmes até o fim, e assim vocês terão a co­roa que é imutável e não desvanece.
Deixem que o amor de Jesus por vocês os conservem humildes, não sejam orgulhosos, mantenham-se junto do Senhor, observem as regras que o Senhor Jesus Cristo deu em sua Palavra e não permitam que suas instruções se percam, as quais vocês são capazes de dar. Considerem que razão vocês têm para serem gratos ao Senhor Jesus Cristo por lhes dar o arrependimento do qual vocês necessitavam, um arrependimento que opera pelo amor.
A alegria que vocês sentem na alma — alegria que todos os homens deste mundo e todos os demônios do inferno, ainda que se unam, não podem destruir.
Então não temam a ira ou malícia deles, pois por muitas tribulações temos de entrar na glória.
Que o amor de Jesus esteja continuamente em seus pensamentos. Foi sua morte que lhes trouxe vida, sua crucificação que expiou seus pecados, sua morte, sepultamento e ressurreição completaram a obra e agora Ele está no céu a interceder por vocês à mão direita do Pai.
Ó, a altura, a profundida­de, o comprimento e a largura deste amor, que trouxe o Rei da glória do seu trono para morrer por nós, quando tínhamos agido tão cruel­mente contra Ele e merecíamos nada mais que a condenação eterna. Ele desceu e tomou em si nossa natureza, se fez carne e habitou entre nós, Ele morreu por nós e pagou nosso resgate. Com certeza isto deveria nos fazer amar o Senhor Jesus Cristo e regozijar-se NEIe, e não como muitos fazem e nós mesmos temos muitas vezes feito, crucificar este Jesus de novo. Vamos fazer tudo o que pudermos, meus queridos irmãos, para honrá-lo.
Rogo-lhes que orem fervorosamente pela graça do arrependimento.

Deus abençoe sua vida!